fbpx

Saiba quais são os requisitos da nova prova da CompTIA Linux+ XK0-004 que será lançada em Abril de 2019

Não parece que o Linux está em todos os lugares nos dias de hoje?

Isso é porque está mesmo! Dos menores dispositivos aos maiores supercomputadores do mundo, é difícil imaginar um mundo sem o Linux.

Quanto aos profissionais de TI, a demanda por habilidades em Linux é maior que qualquer outra: 80% dos gerentes de contratação agora consideram que os profissionais de Linux estão em alta, de acordo com a Linux Foundation – que é quase o dobro de 2017!

Dois terços de todas as empresas interessadas no futuro de TI consideram a importância de encontrar profissionais com experiência em código aberto acima de qualquer outra posição, relatou o LinuxInsider.

Dito isso, é fácil supor que este é o melhor momento para adquirir e validar as habilidades do Linux do que agora.

A CompTIA analisou com atenção a versão atual do CompTIA Linux + (LX0-103 e LX0-104) e fez as alterações necessárias para modernizar o exame.

O que há de novo no CompTIA Linux +?

O CompTIA Linux + (LX0-103 e LX0-104) foi desenvolvido para a CompTIA pelo Linux Professional Institute (LPI) e consistiu em dois exames que incluíram perguntas de múltipla escolha, respostas múltiplas e preenchimento de lacunas.

Mas o novo exame de certificação CompTIA Linux + (XK0-004), com lançamento previsto para abril de 2019, incorpora grandes mudanças no conteúdo e no formato.

Um exame, não dois

Para começar, os candidatos precisam passar apenas um exame, não dois, para obter o certificado CompTIA Linux +.

Prática, não apenas múltipla escolha

Esse exame agora inclui perguntas baseadas em desempenho, que validam as habilidades práticas de um candidato. Então será apresentada em várias questões um “falso shell” com um determinado problema para se resolver. E o candidato deve ser capaz de fazer as correções necessárias.

Esta nova versão do CompTIA Linux + foi projetada para profissionais de TI com 9 a 12 meses de experiência prática com Linux.

10 tópicos cobertos no CompTIA Linux +

Aqui está um resumo das principais melhorias no assunto para o novo exame:

1. Segurança

A segurança não foi uma característica importante dos exames anteriores do Linux +. No novo exame, ele é abordado em detalhes, incluindo práticas recomendadas, firewalls do Linux e outros tópicos de segurança cruciais.

2. Módulos do Kernel

Como o Linux se tornou mais modular, é importante ter uma maior compreensão dos módulos do kernel. Com esse conhecimento, você pode suportar – ou propositadamente não oferecer suporte – com maior facilidade. O novo exame dá maior importância a esse assunto.

3. Armazenamento e virtualização

A maioria dos servidores da Web no mundo é impulsionada pelo Linux e as máquinas virtuais fazem parte do kernel do Linux atualmente. O novo CompTIA Linux + coloca maior ênfase no que os usuários podem – e não podem – fazer nesta área.

4. Gerenciamento de dispositivos em nível corporativo

Outros exames colocaram maior ênfase em monitores e impressoras, mas esse equipamento está sujeito a mudanças e é fácil de gerenciar. O novo foco é, em vez disso, em um gerenciamento de dispositivos de linha de comando de nível corporativo.

5. Git e Automação

O novo CompTIA Linux + abrange os conceitos básicos do DevOps. Esta é uma cobertura completamente nova, baseada em onde a indústria foi.

6. Rede e Firewalls

O equipamento agora possui maior inteligência, portanto, o conhecimento necessário para trabalhar com ele mudou. Os firewalls estão começando a ser manipulados no nível de servidor individual, criando um problema de segurança que o CompTIA Linux + agora aborda.

7. Lado do servidor e linha de comando

À medida que nos movemos para a nuvem, o gerenciamento de servidores está se movendo para um ambiente com vários servidores. Exames desatualizados tendem a não abordar essa alteração, mas o novo CompTIA Linux + inclui mais visibilidade sobre esse tópico.

8. Cobertura do servidor (vs. client-based)

O novo CompTIA Linux + se concentra em servidores, que é a maioria dos casos de uso. Concentrar-se no uso individual tornou-se irrelevante para os administradores de sistemas profissionais.

9. Resolução de problemas

A solução de problemas é um novo tópico para o CompTIA Linux + e é uma parte importante de ser um administrador de sistemas. O novo exame fornece uma visão dessa capacidade, mostrando que um candidato está desenvolvendo capacidades de solução de problemas.

10. SELinux

O SELinux é um sistema de segurança robusto. Ele será abordado no novo CompTIA Linux +, com foco na implementação.

O que não está incluído no novo CompTIA Linux +

Por fim, vale a pena declarar o que NÃO está no novo exame. As áreas de assunto a seguir foram removidas ou não enfatizadas, pois não são mais relevantes para os profissionais de Linux atuais:

  • X11
  • Mail
  • SQL
  • Impressão
  • Suporte ao usuário final
  • GNU Privacy Guard (GPG)

Vai dar certo isso?

Bem… só o tempo dirá se o mercado vai comprar essa idéia. Veja os Pros:

  1. só um exame ao invés de 2
  2. valor mais barato (US$340). Na LPI sai US346 (us$173 cada prova no Brasil).
  3. Certificado não expira

Contras:

  1. será que o mercado vai aceitar bem?
  2. impossibilidade de continuar uma carreira Linux na LPI sem precisar fazer o LPIC-1

De qualquer forma, até outubro de 2019 você pode fazer as provas LX0-103 e LX0-104 e obter a dupla certificação.

Você pode consultar o valor das provas aqui.

E também saiba que as provas da CompTIA Linux+ 103 e 104 só podem ser até outubro de 2019.

Também pode ver que uma certificação vale a pena aqui porque os salários são bons, e as empresas estão procurando profissionais de Linux. Os benefícios superam de longe o sacrifício.

E se você já se decidiu, veja nosso Guia de Certificação.

E se quer saber onde fazer as provas, consulte a lista de cidade.

Se quiser saber o idioma das provas, veja esse post.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Nova Prova CompTIA Linux
Classificado como:                        

Uma ideia sobre “Nova Prova CompTIA Linux

  • 29 de março de 2019 em 6:29 pm
    Permalink

    Oi Uirá, duas correções, no que se refere aos exames e certificações LPI: no Brasil, as provas do LPIC-1 (101 e 102) custam US$ 173 cada, ou seja, no total o custo é de US$ 346 dólares — e você continua podendo fazer progressões para o LPIC-2 e 3. Além disso, o preço das provas do LPI seguem o United Nations Income Index, o que faz o preço variar de acordo com o país. Em países como o Haiti e o Congo, por exemplo, cada exame custa apenas US$ 90. Outro detalhe é que a certificação LPI fica desativada após 5 anos, o que quer dizer apenas que ela não pode mais ser utilizada como pré-requisito para progredir para exames posteriores. Na verdade, entretanto, ela nunca expira na realidade, já que o conhecimento que ela certificou continua válido para a versão da prova realizada. Para finalizar, vale dizer que a missão do LPI é promover o uso de Software Livre e de Código Aberto, valorizando as pessoas que trabalham com esse tipo de tecnologia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.