Comando script no Linux (gravação de comandos) [Guia Básico]

As ferramentas script e scriptreplay podem ser utilizadas para criar um script de todos os comandos digitados no shell, de forma que podem ser impressos, ou tocados como se fosse um “replay” no próprio shell, mantendo sua ordem e cronologia.

Para criar um script da sessão do shell, pode-se usar o comando script:

$ script arquivo.log

Tudo que for digitado e impresso na tela será gravado no arquivo arquivo.log, até que o comando “exit” seja executado.

O arquivo.log terá o formato typescript que pode ser impresso.

Mas estas ferramentas ficam incríveis com a opção “–timing“, que cria um arquivo de tempo, possibilitando “tocar” o script como um replay:

ooure85 Comando script no Linux (gravação de comandos) [Guia Básico]
$ script  --timing=tempo.txt arquivo.log

Depois de digitar todos os comandos, e sair do script com “exit“, é possível tocar o que foi gravado com scriptreplay.

Desta forma, o comando scriptreplay pode ser usado para mostrar na tela tudo que foi digitado, na mesma velocidade, como se fosse um “filme”:

$ scriptreplay -t time.txt script.log
ooure86 Comando script no Linux (gravação de comandos) [Guia Básico]

Estes dois comandos podem ser extremamente úteis para documentar um processo de instalação de software, correção de um problema, para fins de treinamento, etc.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode efetuar a matrícula aqui. Se você já tem uma conta, ou quer criar uma, basta entrar ou criar seu usuário aqui.

Gostou? Compartilhe