Comando chown no Linux (altera propriedade) [Guia Básico]

O comando chown no Linux altera o dono do arquivo e pode também alterar o grupo a que este arquivo pertence.

Na maioria dos problemas de permissão, os usuários novatos no Linux tendem a alterar as permissões de arquivos com o comando chmod. Mas geralmente, trocar a propriedade do diretório pai ou de um arquivo é suficiente. Então se liga neste post.

O comando chown permite as seguintes opções:

  • -v: Reporta o dono dos arquivos, inclusive as mudanças de dono;
  • -c: Reporta somente a mudança de dono;
  • -R: Muda o dono de todos os arquivos e diretórios recursivamente dentro da mesma hierarquia.

O comando chown pode receber como parâmetro:

Login
Se somente for informado o login do usuário, a propriedade do Dono do arquivo muda, mas a propriedade do grupo permanece inalterada.
Login:grupo
Se for informado um “login:grupo” ou “login.grupo”, tanto a propriedade do dono do arquivo quanto o grupo são alterados.
Login:
Se for informado um “login:”  ou “login.” sem informar o grupo, o dono do arquivo é alterado, e o grupo é alterado para o grupo em que o login indicado faz parte.
:grupo
Se for informado “:grupo” ou “.grupo” sem informar o login, o chown vai agir como o comando chgrp, alterando somente o grupo do arquivo.

Exemplos:

Altera o dono do arquivo Leiame.txt para o usuário uira:

$ chown uira Leiame.txt

Altera o dono do arquivo Leiame.txt para o usuário uira e o grupo do arquivo para o grupo do usuário:

$ chown uira. Leiame.txt

Altera o dono do arquivo Leiame.txt para o usuário uira e o grupo para users:

$ chown uira:users Leiame.txt

Altera o grupo do arquivo para users e deixa inalterado o dono do arquivo:

$ chown .users Leiame.txt

Altera o dono de todos os arquivos e diretórios dentro de /home/uira para o usuário uira:

$ chown –R uira /home/uira

Um usuário comum somente pode passar a propriedade de arquivos e diretórios dos quais ele é dono. O usuário root pode alterar a propriedade de qualquer arquivo ou diretório.

Na maioria das vezes, não é necessário alterar as permissões de um diretório para “777” como forma de conceder permissões para um programa conseguir acessá-lo. Basta conferir com o comando “ps -aux” qual é o usuário que está executando o programa, e alterar o dono do diretório ou arquivo, ou do grupo.

Veja por exemplo o PHP:

$ ps aux | grep php
apache    1232  0.1  2.6 533340 208332 ?       S    mai25   3:12 php-fpm: pool www
apache    1233  0.1  2.6 773088 205856 ?       Sl   mai25   3:57 php-fpm: pool www

Neste exemplo, o usuário que está executando o php-fpm é o apache.

Então, para dar permissão para o php gravar algo no diretório upload, não é necessário alterar a permissão, mas sim o dono do diretório:

$ ls -l |grep upload
drwxr-xr-x  2 root   root        4096 mai  25 22:33 upload

Altera-se então o dono do diretório upload para o usuário apache. Desta forma, o processo do php-fpm será capaz de gravar, ler e acessar o diretório upload:

$ sudo chown apache upload
$ ls -l |grep upload
drwxr-xr-x  2 apache   root        4096 mai  25 22:33 upload

Você que é profissional de TI, de suporte ou desenvolvedor, já pensou em aprender Linux de verdade?

E ainda de quebra tirar uma certificação LPI Linux Essentials de quebra?

E melhor ainda, com o melhor curso Online para Linux?

Excelente!

★★★★★
- Janderson da Silva Jetto

Muito Bom

★★★★★
- Jayme Alvares G Filho

LPIC-101, LPIC-102 e CompTIA Linux+

★★★★★
ótimo livro ! parabéns pelo ótimo trabalho
- luiz ferraz

Recomendadissimo

★★★★★
Já obtive minha LPIC-1 e agradeço ao curso feito aqui, porque ajudou muito na obtenção da certificação
- Adriano de França Santos

Gostei demais...

★★★★★
Curso perfeito e excelente didática, Parabéns.
- José Luís Da Silva

Excelente

★★★★★
Ainda estou no Linux essencial.
- Fabio

Ótimos cursos

★★★★★
Os cursos do professor Uirá são ótimos para quem está se preparando para as certificações LPI e CompTIA Linux+ bem como para o mercado de trabalho. O professor aborta os assuntos de forma clara, concisa e objetiva. Além da teoria ganha-se muita prática podendo especialmente aplica-la através dos laboratórios GNU/Linux online disponíveis através do portal do aluno. Recomendo!
- Rodrigo Paiva

Ótimo Curso

★★★★★
O curso tem ótima didática, estou aprendendo muito com o livro e as videoulas.
- Charles Alves Fonseca

Melhor curso preparatório

★★★★★
O conteúdo abordado pelo prof. Uirá foi o melhor pro meu preparatório para LPI 1. Eu vinha de outro S.O e as aulas lecionadas aqui me ajudaram tanto para estudo quanto para manipulação do Linux no dia a dia. Aprendi muito rápido! Só tenho a agradecer ao professor Uirá pela excelente didática e material de estudo.
- Rayssa Cardoso

Material mais que essencial

★★★★★
Os assuntos são mostrados de maneira mais ampla, na medida certa dentro da prova. É um material atualizado, contendo o conteúdo que será abordado. Cria confiança de que o que está estudando é para passar e não para te enrolar. Recomendo!
- Edson

Certificação Linux LPI-1

★★★★★
Excelente livro. Além de me ajudar a estudar para a certificação também é um ótimo guia de referência. Muito didático.
- Giordane

Faça como essas pessoas e crie sua conta agora.

Aqui você tem tudo para você ter sucesso nas provas de LPI e CompTIA

Quer saber se uma certificação vale a pena ? Saiba porque os salários são bons, e porque as empresas estão procurando profissionais de Linux. 

Você vai entender que os benefícios superam de longe o sacrifício.

E se você já se decidiu, veja nosso Guia de Certificação.

E se quer saber onde fazer as provas, consulte a lista de cidade.

Se quiser saber o idioma das provas, veja esse post.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe