LPI: o que é, principais certificações e recursos de estudo!

Muitos profissionais da TI e entusiastas interessados no desenvolvimento de programas e no domínio de novas tecnologias precisam entender o que é LPI.

LPI ou Linux Professional Institute é uma organização que oferece diversas certificações em sistemas GNU/Linux.

No mundo da TI, certificações são a base para um bom currículo, bem para iniciação, desenvolvimento e maturidade profissional. E claro, para os entusiastas, são uma forma de expandir seu leque de conhecimentos.

Mas afinal, na prática, o que é LPI e quais as principais certificações Linux que o mercado oferece? E o que você precisa para passar em cada um desses cursos? A gente te explica, confira!

LPI: o que é?

certificacao-lpi-o-que-e_ LPI: o que é, principais certificações e recursos de estudo!

LPI é uma sigla para Linux Professional Institute, organização sem fins lucrativos com sede na Califórnia, nos EUA. É a responsável por desenvolver os programas de certificação nos sistemas GNU/Linux, sendo mundialmente reconhecida por empresas e entidades como sinônimo de qualidade.

Em seu leque de certificações, a LPI oferece opções variadas, tanto para quem quer entrar agora no universo do open source, como para os veteranos que buscam qualificação e atualização.

Agora que você sabe o que é LPI, sabe porque investir em uma certificação?

Um dos grandes diferenciais da LPI é que sua certificação independe de distribuição, pois as provas são aplicadas no Linux Standard Base.

Essa versão do sistema operacional é compatível entre diferentes versões (mais antigas ou mais atualizadas) do mesmo.

Além disso, para saber o que é LPI, vale entender sua história: foi fundada em 1999 e, desde então, é defensora do uso profissional do sistema Linux, bem como da adoção do Open Source e a ampliação dos conceitos de Software Livre.

E claro, o certificado LPI é aceito por empresas, entidades e instituições do mundo todo, sendo ideais para profissionais que buscam uma carreira tanto no Brasil como além de suas fronteiras.

Quais são as certificações LPI?

Hoje, qualquer profissional pode começar do princípio através do que se chama de path (ou a “jornada”) de certificações, uma trilha única — embora bastante flexível — destinada a evoluir o conhecimento de forma gradual e aprofundada.

A seguir, explicamos de forma básica quais são as primeiras certificações dessa jornada: Essentials e Professional (considerando o LPIC-1 e LPIC-2). Vamos lá?

Linux essentials

O Linux Essentials é uma certificação que, como o nome indica, visa atestar os conhecimentos mais básicos e essenciais sobre o sistema operacional e o open source.

Ele foca em alguns aspectos sobre as diferentes versões distribuídas do Linux, servindo como pontapé inicial para quem busca começar uma carreira em código aberto.

Para realizar o Linux Essentials, não existem pré-requisitos definidos, mas o candidato deve ser capaz de entender os aspectos gerais sobre o Linux.

Em especial, sobre quais seus componentes (e como trabalhar com eles), bem como compreender questões como segurança, gestão de usuário, entre outros pontos.

Nessa certificação, o foco vai além do âmbito técnico e explora outras vertentes do universo open source, como as principais distribuições do sistema operacional, diferentes licenças, quais softwares de grande porte existem, etc.

Na certificação Linux Essentials, o candidato realiza apenas 1 prova e custa US$ 105 dólares.

Linux professional

As certificações Linux Professional possuem um viés mais específico, com intuito justamente de aprofundar os conhecimentos no open source e servir de base para a carreira profissional do candidato.

São ao todo 3 certificações e vamos explicar cada uma delas a seguir:

LPIC-1

A LPIC-1 é a certificação mais popular dessa jornada — e, até pouco tempo, o ponto de partida de muitos profissionais, já que o Linux Essentials foi criado há pouco.

O LPIC-1 é composto de duas provas, com validade de 5 anos e pode ser realizado em português, inglês, alemão, espanhol, italiano, japonês e chinês.

Quem se certifica no PLIC-1 recebe a Junior Level Linux Certification.

Ela autentica a capacidade do candidato em configurar uma rede básica, instalar e configurar o Linux em um computador, bem como realizar a manutenção na linha de comando.

É uma certificação que não possui pré-requisitos, mas exige que o candidato já compreenda a arquitetura de um sistema Linux, consiga trabalhar na linha de comando (tanto do Linux como GNU) e execute a manutenção simples do sistema.

Cada prova custa US$ 173 dólares. Como são duas provas dentro do LPIC-1, o valor final fica em US$ 346 dólares.

LPIC-2

Já a certificação LPIC-2 trata-se de um avanço no path da Linux, equivalente a um nível “Pleno”. Com ela, o candidato assegura que será capaz de configurar e administrar redes Linux em ambientes de menor e média escala, com conjunto de servidores e workstations.

O pré-requisito é a LPIC-1, pois se trata de uma certificação mais avançada.

São duas provas, que podem ser feitas em inglês, alemão e japonês.

Trata-se de uma certificação mais exigente, que requer bastante conhecimento técnico e teórico.

Entre os assuntos abordados, o candidato vai precisar dominar a configuração de variados serviços na rede Linux, como DNS, DHCP, Proxy, Web Server, E-mail, Firewall, etc.

Em questão de valores, são os mesmos da LPIC-1.

LPIC-3

A LPIC-3 é a certificação mais recente e pode ser considerada de nível “Sênior”. Trata-se de um guarda-chuva de certificações, sendo 3 ao todo:

  • LPIC-3 300: certificação em ambiente misto.
  • LPIC-3 303: certificação com ênfase em segurança do sistema;
  • LPIC-3 304: certificação com ênfase em virtualização e alta disponibilidade.

A LPIC-3 é o último passo da jornada “Professional” das certificações LPI. O candidato que passar em qualquer uma das três mencionadas recebe a mesma certificação — o que muda é o seu foco.

Existe o pré-requisito: possui uma LPIC-2 ativa. Portanto, ao mergulhar nas certificações e no que é LPI, atenção a esse ponto!

Cada prova custa US$ 173 dólares. Mas como você não precisa fazer todas as três, fica ao seu critério.

Recursos para estudo para as certificações

recursos-para-estudar-lpi LPI: o que é, principais certificações e recursos de estudo!

Antes de agendar sua prova, é essencial estudar sobre o assunto, certo? As certificações LPI possuem uma fama não apenas pela qualidade, mas também pela dificuldade que apresentam. Na prática, é isso o que é LPI.

Possuir uma ou mais certificações LPI no currículo é um diferencial e tanto. Mas essa conquista só vem acompanhada de estudo, concorda?

A seguir, confira algumas dicas para estudar melhor!

Livros para certificações Linux

Um dos principais meios de conquistar sua certificação LPI é através de livros especializados.

Eles mergulham nos assuntos abordados nos exames, preparando o candidato para os exercícios e questões que virão.

Que tal conferir os livros da Certificação Linux que já ajudaram mais de 11 mil pessoas a conseguirem seus certificados?

Simulados das provas LPI

Agora, quando falamos das provas em si, a prática pode ser muito diferente da teoria. Você sabe o que esperar do momento da aplicação do teste?

Então experimente com simulados! Eles são uma ótima maneira para que você, além de estudar, entenda a estrutura do desafio que te espera.

Confira os simulados para LPI aqui da Certificação Linux, são gratuitos!

Curso online preparatório

Por fim, a melhor forma de se preparar é com conhecimento teórico, técnico e prático. É tudo isso que um curso preparatório pode oferecer.

Assim, você se aprofunda em tudo que precisa para dominar o sistema Linux.

Aqui na Certificação Linux, você pode aproveitar diversos cursos preparatórios: para Linux Essentials, Linux Professionals, entre vários outros.

Conclusão

E aí, gostou de aprender mais sobre o que é LPI, as certificações que fazem parte e como você pode potencializar seus estudos?

Esperamos que esse conteúdo ajude você a entender mais sobre o universo dos sistemas GNU/Linux e os princípios do open source.

Que tal seguir aprendendo sobre o tema? É só seguir lendo o blog da Certificação Linux!