Certificações em TI: veja as mais valorizadas pelo mercado!

É fato que todos os profissionais de TI precisam, mais do que qualquer área, se manterem atualizados. O melhor modo de manter a bagagem de conhecimento em dias é através das Certificações em TI mais recentes, disponíveis no mercado. 

É essencial entender quais são as certificações em TI mais valorizadas e requisitadas no mercado para conquistar melhores posições e remunerações no trabalho. 

Afinal, os profissionais que contam com documentos de peso no currículo tendem a conseguir oportunidades incríveis e ganhar mais do que seus colegas de trabalho. 

Além disso, todo o conhecimento adquirido e comprovado através das certificações se torna um diferencial para aprimorar o olhar crítico, criativo e especializado na carreira. 

Assim, se quiser conhecer as principais certificações de TI e entender como escolher a que mais combina com a sua área de atuação, continue lendo este artigo, com dicas e detalhes atualizados sobre o mercado. Acompanhe!

O que avaliar ao escolher uma certificação profissional para TI?

certificacoes-ti-principais Certificações em TI: veja as mais valorizadas pelo mercado!
Foto: Pexels | Escolha as certificações em TI certas para você. 

Antes de escolher qual certificação profissional para TI realizar, é preciso considerar pontos como: 

  • reconhecimento internacional;
  • cenário atual do mercado e “gaps” existentes;
  • vantagens e benefícios por realizá-la a curto,médio e longo prazo;
  • reputação da prova;
  • validade do teste;
  • valor do investimento;
  • locais de realização (se online ou presencial) e outros;

Afinal, uma certificação que exige um alto valor de investimento, por exemplo, não garante sua qualidade e status no mercado. 

Do mesmo modo, não basta escolher o exame mais famoso na área de TI se ele não influencia diretamente o seu trabalho ou metas futuras. 

Por isso, muito mais do que conhecer as certificações disponíveis, é imprescindível manter o foco e selecionar aquelas que correspondem ao seu modelo de trabalho e plano de carreira. 

Ainda, ao analisar o cenário do mercado de trabalho, é preciso verificar quais certificações estão sendo exigidas pelas empresas de TI e quais se tornariam um diferencial, agregando valor ao seu ofício.

Iniciantes e recém-formados, por exemplo, precisam “correr atrás” de certificações base, que todos os outros colegas de profissão já tem, e só então buscar a diferenciação. 

Caso contrário, existirá o risco de perder ótimas oportunidades por falta de documentos que certifiquem suas habilidades, que os concorrentes já apresentam. 

O mesmo acontece com os gestores e trabalhadores mais experientes — neste caso, é preciso se reinventar e se manter modernizado, buscando agregar valor às empresas que passar e conseguir comprovações de suas expertises. 

Principais certificações profissionais de TI

certificacoes-ti-iniciantes Certificações em TI: veja as mais valorizadas pelo mercado!
Foto: Pexels | O mercado de TI é muito amplo e existem muitas certificações.

Apesar de existirem muitas certificações para a área de TI, sempre existem aquelas que se destacam e merecem mais atenção e interesse. 

Afinal, assim como qualquer outra área, existem desde os testes mais conhecidos e importantes, até os mais básicos e dispensáveis. 

Saber bem qual fará real diferença na sua carreira antes de decidir onde investir o seu dinheiro e tempo é algo que nem todo profissional faz — e o resultado nem sempre é positivo. 

ITIL

Para entender o que é a Certificação ITIL, é preciso entender o significado do termo. 

Do inglês, Information Technology Infrastructure Library (ITIL), pode ser interpretado como uma Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação. 

Esse é um dos temas que você precisa dar atenção, caso se interesse por ofícios mais operacionais, gerenciais e táticos, já que otimiza desempenho para as empresas. 

Com a aplicação do modelo de biblioteca ITIL, as organizações, independentemente do seu tamanho e tempo de mercado, podem entregar melhores resultados e qualidade ao cliente final. 

Tendo isso em mente, saiba que a Certificação ITIL:

  • é de caráter bem gerencial e líderes e gestores de TI podem se interessar mais do que os outros profissionais;
  • tê-la pode ajudar os membros da equipe de TI a serem mais produtivos, otimizarem tempo, recursos e deixar o cliente final mais feliz;
  • ela é exigida por algumas empresas;
  • o investimento geralmente é mais alto, dada a fama e exigência da certificação pelo mercado.

O preço da prova é de $226 USD (duzentos e vinte e seis dólares) se realizada online, ou $205 USD (duzentos e cinco dólares) se optar pela aplicação presencial. 

Project Management Professional (PMP)

Apesar de não ser 100% destinada a área de TI, como o próprio nome sugere, este exame é mais focado em gerenciamento de projetos, que também se relaciona com o setor de tecnologia. 

Ele é oferecido pelo Project Management Institute (PMI) aos profissionais que já atuam na área e tem conhecimento avançado. 

Além dos conhecimentos sobre gerenciamento, é necessário saber as principais etapas da criação, desenvolvimento e conclusão de um projeto, que são divididos em 5 níveis. 

Existem, ainda, pré-requisitos para realizar o exame, o que exclui muitos profissionais despreparados. Para os profissionais que atuam sem diploma de nível superior, os requisitos são:

  • 7 mil e 500 horas liderando projetos;
  • 35 horas de educação em gerenciamento de projetos. 

Para aqueles que possuem um diploma de nível superior, é exigido que:

  • o diploma seja de 4 anos de curso;
  • o profissional tenha 4 mil e 500 horas liderando e dirigindo projetos;
  • e conte com as 35 horas de educação em gerenciamento de projetos.

Quanto ao valor do investimento, o PMP custa em torno de $405 USD (quatrocentos e cinco dólares) para associados ao PMI e $555 USD (quinhentos e cinquenta e cinco dólares) para o público. 

CompTIA

A empresa Computing Technology Industry Association (CompTIA) oferece certificações internacionalmente reconhecidas, voltadas para as áreas de core, cibersegurança, infraestrutura e adicionais pessoais e profissionais. 

Dentre todas as certificações disponibilizadas pela empresa, as principais, mais procuradas, são as A+ Core e Security +, como você pode ver a seguir. 

A+ Core

O objetivo desta certificação é constatar que o profissional de TI é capaz de resolver problemas de modo ágil e eficaz. 

A empresa caracteriza a credencial como “a única com itens baseados em desempenho para provar que os profissionais podem pensar rapidamente para executar tarefas críticas de suporte de TI”. 

Para conquistar esse documento, os candidatos precisam passar nos exames de Core 1 (220-1001) e Core 2 (220-1002). 

Neles, os conteúdos abordados, conforme o site oficial, são: 

  • saber configurar sistemas operacionais de dispositivos, incluindo Windows, Mac, Linux, Chrome OS, Android e iOS;
  • entender como gerenciar os sistemas em nuvem;
  • resolver problemas e solucionar desafios de suporte em TI;
  • prestar suporte e manutenção da infraestrutura básica de TI e rede;
  • fazer configurações de hardware de PC, dispositivos móveis e IoT;
  • e entender como recuperar dados e fazer backups efetivos. 

Ao todo, passando por esses níveis de conhecimento, segundo a empresa são 9 competências validadas, reconhecidas por grandes empresas. 

O valor do teste é de $232 USD, com 90 questões de múltipla escolha. O teste é distribuído pela Pearson VUE. 

Security +

Esse segundo modelo de certificação conta com o reconhecimento máximo das empresas da área de segurança do mercado, e garante que o profissional a realizá-la esteja preparado para lidar com a segurança dos sistemas. 

Esse exame é considerado básico e exigido por muitas empresas. 

Com ele, o candidato pode conquistar níveis mais altos de projetos de segurança e, posteriormente, outras certificações intermediárias e avançadas. 

Segundo o site oficial, espera-se que o candidato tenha: 

  • condições e conhecimentos para avaliar os padrões de segurança de empresas;
  • identifique falhas, vulnerabilidades, ataques e implemente soluções;
  • garanta o monitoramento e proteção de sistemas em nuvem e outras modalidades;
  • respostas positivas para incidentes de segurança que surjam.

O teste dura 90 minutos, é provido pela Pearson VUE e custa em torno de $370 USD

AWS Certified Developer

Antes de entrar em detalhes sobre o exame AWS Certified Developer – Associate, é importante saber que AWS se refere ao Amazon Web Services, plataforma de armazenamento em nuvem da Amazon. 

Assim, o teste valida todos os conhecimentos do candidato sobre manutenção e gerenciamento de dados na plataforma em nuvem. 

Uma recomendação da empresa é que os candidatos tenham:

  • no mínimo um ano de experiência usando o AWS;
  • conhecimento avançado em uma linguagem de programação;
  • entendimento das vertentes e características da AWS;
  • domínio da criação e depuração de código na AWS.

O teste custa $150 USD (cento e cinquenta dólares) e também é distribuído pela Pearson VUE e PSI. É interessante que a própria empresa oferece treinamentos e simulados para os testes. 

LPI

Linux Professional Institute (LPI) é a instituição pioneira em profissionalizar o uso de Linux por garantir certificações de destaque, conforme os níveis de conhecimento no open source.

A empresa oferece diversas certificações, entre elas, 3 principais: LPIC-1, LPIC-2 e LPIC-3, correspondentes a 3 níveis distintos. 

LPIC-1

Também chamada de Linux Server Professional (Nível 1), essa é a certificação mais solicitada quando o assunto é Linux. 

De renome internacional e com distribuição neutra, as questões são baseadas em sistemas Linux padrão. 

Para conquistar esse documento que certifica sua habilidade e competência ao lidar com sistemas Linux, é necessário realizar dois exames: o LPI 101 e LPI 102.

As provas abrangem tópicos correlatos, como:

  • Arquitetura do Sistema;
  • Instalação do Linux e Gerenciamento de Pacotes;
  • GNU e Comandos Unix;
  • Devices, Linux Sistemas de Arquivos, Filesystem Hierarchy Standard;
  • Shells e Scripts Do Shell;
  • Interfaces do Usuário e Áreas de Trabalho;
  • Tarefas Administrativas;
  • Serviços Essenciais do Sistema;
  • Fundamentos de Rede;
  • Segurança.

LPIC-2

Seguindo o mesmo padrão do LPIC-1, a Linux Network Professional (Nível II), ou LPIC-2, conta com 2 provas: LPI 201 e LPI 202

Para realizá-la, o profissional precisa ter a certificação anterior ativa, além de capacidade de administração de redes pequenas, mistas e de médio porte.

Segundo o site oficial, essa certificação contempla os seguintes tópicos:

  • Planejamento de Capacidade;
  • Linux Kernel;
  • Inicialização do Sistema;
  • Sistema de Arquivo e Dispositivos;
  • Administração Avançada do Dispositivo de Armazenamento;
  • Configuração de Rede;
  • Manutenção do Sistema;
  • Servidor de Nomes de Domínio;
  • Serviços da Web;
  • Compartilhamento de Arquivos;
  • Gerenciamento de Clientes de Rede;
  • Serviços de E-mail;
  • Segurança do Sistema.

Com tantos assuntos diferentes, é necessário se preparar bem, buscar informações em fontes confiáveis e escolher cursos e livros que auxiliem. 

LPIC-3

Assim como no caso da certificação anterior, para estar apto a realizar a LPIC-3, o candidato precisa ter a LPIC-2 ativa.

O nível 3 da certificação funciona um pouco diferente dos demais. Por ser um nível mais avançado, a LPIC-3 se divide em 3 modalidades:

  • LPIC-3 300: Ambiente Misto;
  • LPIC-3 303: Segurança;
  • LPIC-3 304: Virtualização e Alta Disponibilidade.

Cada uma delas abrange conhecimentos diferentes — o que é bom para o profissional, que pode escolher a certificação de TI que mais se encaixa em suas condições e vertentes de atuação. 

Aprofunde seus conhecimentos em Linux com o nosso curso online! Matricule-se agora!

PDPE 

EXIN Privacy & Data Protection Essentials, mais conhecida como PDPE, está relacionada à Lei de Proteção de Dados Pessoais, e visa garantir que o profissional entende e sabe implementar as leis de segurança de dados nas empresas. 

O teste também é indicado para aqueles que ocupam ou almejam ocupar uma posição de Data Protection Officer (DPO) nas organizações. 

O investimento é em torno de $164 USD e a prova está disponível apenas em inglês. É possível agendá-la através do site oficial da empresa EXIN.

CRISC

A certificação Certified in Risk and Information Systems Control, mais conhecida como CRISC, oferecida pela ISACA, é ideal para os profissionais que atuam com segurança da informação. 

Como o próprio nome sugere, o teste visa enfatizar os riscos existentes no sistema e suas possíveis soluções. Com a rápida identificação e mitigação dos riscos, é possível otimizar tempo, recursos e aumentar o retorno sobre o investimento. 

Porém, para que o candidato se qualifique ao teste, é necessário que ele tenha, no mínimo, 3 anos de experiência gerenciando e contendo riscos em sistemas. 

O investimento está entre $575 e $760 USD, já que existe a possibilidade de realizar o teste presencial ou remotamente. 

CISM

Outra certificação de TI oferecida pela ISACA é a Certified Information Security Manager, comumente chamada de CISM. 

Semelhante à anterior, essa avaliação valida todos os conhecimentos relacionados a segurança da informação e gestão de riscos de um profissional. 

O exame também é disponibilizado de modo remoto ou presencial, com investimento entre $575 e $760 USD.

Conclusão

certificacoes-ti-importantes Certificações em TI: veja as mais valorizadas pelo mercado!
Foto: Pexels | As melhores certificações em TI são aquelas que suprem suas necessidades!

É possível fazer mais de uma certificação ao “mesmo tempo”, ou seja, durante um curto período, se você tiver disponibilidade de tempo, recursos e energia. Estabeleça metas de estudo e de níveis que deseja alcançar e realize as avaliações! 

Você notará que cada vez mais oportunidades surgirão em sua carreira, junto com promoções, aumento de salário e valorização. 

Em suma, vale a pena investir nas certificações de TI corretas, que realmente suprem ou satisfazem suas necessidades atuais e desejos de crescimento. 

E você? Já realizou algum desses testes de competência? Quais te chamaram mais atenção? Compartilhe conosco nos comentários abaixo! Ficaremos felizes em saber sobre suas experiências.