Servidor Linux: entenda por que é a melhor opção e quais distros usar

O Servidor Linux é uma das melhores opções de servidores em termos de desempenho e performance.

Para empresas, esse tipo de servidor pode ser a melhor escolha, visto que ele é bastante versátil e potente.

O mais interessante dos servidores Linux é que eles estão disponíveis em uma grande variedade de distribuições, com funcionalidades diferentes para todas as necessidades.

Neste artigo, vamos te explicar tudo sobre os Servidores Linux. Então, acompanhe a leitura!

O que é um Servidor Linux?

O servidor Linux é um servidor criado a partir do sistema operacional de código aberto, Linux. 

Por isso, trata-se de um servidor com uma grande possibilidade de usos, cheio de funcionalidades.

Nesse sentido, os servidores Linux são bastante capazes de servir qualquer empresa. Eles possibilitam que aplicativos, sites e conteúdos sejam disponibilizados com rapidez.

Além disso, esse tipo de servidor consegue administrar redes, sistemas, bancos de dados e serviços da internet.

Uma das principais vantagens do servidor é que ele é disponibilizado por diferentes distribuições Linux.

As distribuições são sistemas operacionais dentro do Linux, que possuem habilitações diferentes, criadas por uma comunidade de desenvolvedores.

Você já imaginou acessar um servidor que pode ser melhorado constantemente, com fóruns e comunidades disponíveis para discussão? Isso é possível com os servidores Linux. 

Servidor Linux ou Windows? Saiba as diferenças

servidor-linux-ou-windows Servidor Linux: entenda por que é a melhor opção e quais distros usar

A principal diferença entre os dois servidores é o sistema operacional. 

Os usuários mais simples, que usam um dispositivo para assistir algum conteúdo ou instalar um aplicativo, não sentem grandes diferenças.

Isso porque, independente do sistema operacional, todos os serviços estão sendo disponibilizados por um servidor conectado na internet.

Entretanto, quando vamos pensar em hospedagem e outros termos mais técnicos, daí sim, é possível apontar diferenças. Confira:

Linguagem de programação

Se você desenvolve um site a partir de ASP, .NET ou C#, é obrigatório o uso de servidores do Windows, logo que essas linguagens foram criadas pela Microsoft e só funcionam nesse sistema.

O restante das linguagens vão funcionar no Linux, como PHP, Python, Perl, Ruby on Rails e outras.

Custos

Alguns licenciamentos de serviços e aplicações são pagos. No Linux, a maioria dos aplicativos são gratuitos e, quando pagos, costumam ser mais baratos do que os do Windows.

Serviços

Alguns serviços e aplicações também são criados pela Microsoft e, portanto, só podem ser usados no servidor Windows. Esse é o caso do banco de dados Access ou Microsoft SQL.

Por outro lado, há uma grande diversidade de serviços disponíveis no Linux.

Desempenho

O desempenho do servidor Linux é melhor no sentido que as características técnicas do Linux exigem menos do hardware.

Estabilidade

Os serviços usados em servidores Linux são mais estáveis em detrimento ao Windows. Isso porque existem servidores Linux que funcionam, sem atualizações, por mais de um ano, por exemplo.

Segurança

A segurança do Linux pode ser vista superior à do Windows, por conta da estrutura de administrador, usuários e até permissionamentos de pastas e arquivos.

Além disso, por ser de código aberto, frequentemente os desenvolvedores estão corrigindo problemas e atualizando os servidores disponíveis.

3 vantagens de usar um Servidor Linux 

Confira as maiores vantagens de usar um servidor Linux:

Linux server = estabilidade

No Linux, é possível executar alterações no serviço sem precisar reiniciar o dispositivo em questão.

Dessa forma, não é preciso ter medo de atualizar o servidor enquanto utiliza os seus serviços.

Além disso, por ser um sistema de código aberto, uma série de desenvolvedores trabalham todos os dias para otimizar o servidor.

Existe um grupo de especialistas que buscam encontrar erros, falhas de segurança e outras inconsistências no servidor para logo consertá-lo.

Dessa forma, o servidor Linux funciona com grande capacidade, sem travar ou diminuir de performance.

Linux server = segurança

O Linux foi criado com base no Unix, de modo a ser um sistema operacional multiusuário. Desse modo, apenas o administrador pode usar algumas funções, enquanto os usuários têm menores permissões.

De qualquer forma, é claro que o Linux está vulnerável a vírus. Contudo, os desenvolvedores estão sempre atentos para agir. 

Linux server = flexibilidade

Os usuários têm fácil acesso ao código-fonte. Por isso, ao fazer a instalação, é possível compilar configurações e bibliotecas conforme o hardware do computador em que o Linux está sendo instalado.

Alguns recursos podem ser alterados de acordo com o trabalho de uma empresa, tornando assim um servidor alinhado com os objetivos de um negócio, por exemplo.

Melhores distros linux para usar em servidores

servidor-linux-melhores-distros Servidor Linux: entenda por que é a melhor opção e quais distros usar

Conheça quais são as melhores distribuições para usar em servidores Linux:

Ubuntu

O servidor do Ubuntu, também conhecido como Ubuntu Server, é um dos que mais se destaca em diversos aspectos.

Administrado pela empresa Canonical, ele possui diversas funcionalidades inspiradas no clássico Debian.

Para muitos, é a melhor opção, pois conta com instalação simples, fácil descoberta de hardware e suporte comercial.

Debian

O Debian é outra opção de distribuição para utilizar os servidores Linux. Ela foi criada em 1993, e desde então inspirou a criação de várias distros, como Ubuntu, Linux Mint e Vyatta.

A distribuição se destaca por sua estabilidade. Ao disponibilizar uma versão, ela tem suporte para até 5 anos.

Diferente de outras distros, o Debian não possui um suporte comercial, pois é genuinamente criado por desenvolvedores.

No entanto, você pode tirar as suas dúvidas com consultores espalhados em todo o mundo. 

Red Hat Enterprise

O sistema operacional da Red Hat para servidores é chamado de Red Hat Enterprise Linux (RHEL). 

Ele é baseado na comunidade do Fedora. De qualquer forma, ele se destaca mais do que a sua inspiração, logo que oferece estabilidade, duração e suporte de alta qualidade.

O que faz essa distribuição ser a favorita de muitas empresas é o seu suporte que pode durar até 10 anos em cada versão lançada.

Você está começando os seus estudos em Linux ou deseja aprofundar os seus conhecimentos? A Certificação Linux pode te ajudar!

Certificação Linux: cursos em Linux com estrutura totalmente didática e aplicável. Alavanque a sua carreira agregando as certificações oficiais a ela. Clique e saiba mais!

Conclusão

E aí, agora você entende o que é o servidor Linux e porque ele é uma das principais opções do mercado de Tecnologia da Informação (TI)?
Caso tenha gostado deste artigo, recomendamos a seguinte leitura: “Como tirar certificação LPI: TUDO que você precisa saber!”.