Como tirar certificação LPI: TUDO que você precisa saber!

Possuir certificação em alguma área de atuação é um diferencial no mercado da tecnologia. No universo Linux, a principal certificação existente é a LPI.

Trata-se de uma certificação linux desenvolvida e organizada pela Linux Professional Institute – LPI, que tem sede na Califórnia, nos Estados Unidos.

Os certificados LPI são reconhecidos internacionalmente por diversas instituições e empresas. 

Ter um desses no currículo pode fazer com que os recrutadores te priorizem nos processos seletivos e, por isso, muitos desenvolvedores buscam tirar o certificado.

Neste artigo, vamos te explicar tudo sobre esse documento, bem como tirar certificação LPI. Boa leitura!

Linux Professional Institute – Conheça a LPI

A certificação LPI foi desenvolvida pela Linux Professional Institute, uma organização sem fins lucrativos, mas que possui grande autoridade no mercado dos desenvolvedores.

Não é à toa que a certificação LPI é a mais procurada pelos profissionais da Tecnologia da Informação que desejam comprovar o seu conhecimento no sistema operacional linux.

A certificação LPI mostra que um trabalhador está qualificado para o mercado de trabalho. E o melhor, uma das maiores instituições de linux existentes é a responsável por dizer isso. 

A LPI se destaca por oferecer 4 níveis de certificação, voltados para os mais diferentes perfis de profissionais, como administradores, analistas e desenvolvedores.

No momento, é possível adquirir as seguintes certificações LPI:

  • LPI Essentials;
  • LPIC-1;
  • LPIC-2;
  • LPIC-3.

Uma característica bastante especial da LPI é que os seus certificados são realizados de modo a preservar a neutralidade da distribuição.

Isso porque os certificados da LPI trabalham com o Linux Standard Base, que conta com diversas normas que são compatíveis com as diferentes versões do sistema.

Desse modo, a certificação LPI não se limita a nenhuma distribuição.

Entenda também a importância de ter certificação LPI

É importante ter uma certificação LPI para que exista um atestado que você realmente domina o linux em algum nível.

Assim, é mais fácil demonstrar o seu nível de conhecimento e ser selecionado para oportunidades de emprego.

Os certificados são obtidos através de provas, o que faz com que o seu domínio técnico seja demonstrado.

Por isso, as certificações podem ser até mais relevantes para o trabalho do que uma graduação, pois nem sempre são ensinados aspectos práticos.

No final das contas, um profissional com uma certificação deste porte se destaca entre outros.

Vantagens de tirar a certificação LPI

A principal vantagem de tirar a certificação LPI é com certeza a relevância no mercado de Tecnologia da Informação.

No entanto, por que logo a certificação da LPI deve ser a escolhida?

Primeiramente, é importante reforçar que a Linux Professional Institute é a organizadora mais conhecida e procurada por quem trabalha com o sistema operacional linux.

Ela é construída por um grupo de profissionais da área, bem como voluntários, fornecedores e educadores.

E não se engane, as provas são bastante desafiadoras. Por esse motivo, os recrutadores sabem que, se você conseguiu ser aprovado, é porque você realmente sabe. 

Em um exemplo prático, é como se você fosse reconhecido pelo McDonald’s como alguém que sabe fazer bons lanches. 

Certificação LPIC 1

certificacao-lpic-1 Como tirar certificação LPI: TUDO que você precisa saber!

A certificação LPIC-1 é considerada a primeira no âmbito profissional. Ao receber esse certificado, você tem o atestado de que consegue executar tarefas como:

  • Tarefas de manutenção na linha de comando;
  • Instalação e configuração de computador com linux;
  • Configuração da rede básica. 

As provas ainda podem ser realizadas sem nenhum pré-requisito, e em diversos idiomas, como Inglês, Português brasileiro, Italiano, Alemão, Espanhol, Chinês e Japonês.

Conhecimentos necessários para tirar certificação LPIC 1

Diversos assuntos estarão presentes nas provas da certificação LPIC-1. Para realizar a prova, é necessário saber esses conhecimentos:

  • Conhecer a arquitetura do sistema;
  • Instalar e utilizar uma estação de trabalho, como também X11;
  • Configurar como cliente da rede;
  • Conhecer a linha de comando, inclusive a GNU e comandos Unix;
  • Entender sobre a manipulação de arquivos, permissões e segurança;
  • Realizar manutenção simples;
  • Auxiliar outros usuários;
  • Realizar backup, restauração, reinicialização e desligamento. 

Por isso, é necessário que haja estudo antes de encarar uma prova desse tipo. Até porque há um investimento por trás disso tudo. Mas, você sabe por onde estudar?

Conheça o melhor curso preparatório para os exames LPIC 1

Os cursos preparatórios são uma ótima opção para quem não sabe por onde começar a estudar. 

O Curso de Linux LPIC-1 é a sua melhor opção quando se analisa todos os serviços oferecidos.

Em 83 aulas, com 20 horas de duração, será possível acompanhar os assuntos mais atualizados para a quinta e última versão do curso.

Além das aulas teóricas, o curso oferecido pela Certificação Linux utiliza muito da prática. São realizados simulados e uso do sistema operacional, com questões reais do dia-a-dia.

O melhor de tudo é que os alunos do curso possuem 15% de desconto no valor da prova LPI. 

Para saber mais sobre o melhor curso preparatório para certificação LPIC-1, clique aqui!

Conheça o melhor livro preparatório para a LPIC 1

Os livros também são ótimos aliados no estudo para a certificação linux LPIC-1. 

Existe um livro que oferece os melhores conteúdos para o estudo da prova LPI, em uma linguagem simplificada e acessível.

Chamado “Certificação Linux LPIC-1 Administrator”, o livro foi produzido pelo professor Uirá Ribeiro, formado em processamento de dados, mestre em sistemas distribuídos e especialista em linux.

Para conhecer mais sobre o livro e realizar um verdadeiro investimento, basta clicar neste link.

Certificação LPIC 2

certificacao-lpic-2 Como tirar certificação LPI: TUDO que você precisa saber!

O LPIC-2 é a segunda certificação para profissionais de linux, segundo o plano do LPI. 

Ao realizar a prova e receber o seu certificado, você se qualifica capaz de administrar redes mistas de médio porte. 

O único pré-requisito para realizá-lo é ter a certificação LPIC-1 ativa. Além disso, é necessário estar em dia com os principais conhecimentos cobrados. 

Conhecimentos necessários para tirar certificação LPIC 2

Se você se pergunta como tirar certificação LPIC-2, já adianto que será preciso possuir uma base de conhecimentos consideráveis. Abaixo, separamos uma lista com os principais assuntos cobrados:

  • Administração e execução avançada do sistema;
  • Realizar o gerenciamento avançado de armazenamento em bloco e sistemas de arquivos, além de redes avançadas e de segurança, como firewall e VPN;
  • Instalar e configurar serviços de rede, como DNS, SSH, servidores e outros;
  • Entender sobre permissões de acesso e segurança;
  • Orientar usuários.

Se você entende sobre todos os assuntos citados, é hora de avançar e conquistar a sua certificação LPIC-2. Caso contrário, ainda é tempo de estudar!

Conheça o melhor curso preparatório para os exames LPIC 2

Já pensou em realizar um curso preparatório que oferece 86 Aulas, com 16 horas de duração e um conteúdo atualizado para versão mais nova do exame, a 4.5?

Isso é possível com o curso da Certificação Linux. O Curso de Linux LPIC-2 é o mais completo do mercado, pois contempla o estudo teórico e prático.

Os alunos recebem questões de simulado atualizadas e ainda 200 horas mensais de servidor para treinamentos.

Para saber mais sobre o melhor curso preparatório para certificação LPIC-2, clique aqui!

Como fazer a prova da LPI? Saiba sobre a prova presencial

As provas presenciais da LPI são divididas em duas: Provas em papel (PBT, sigla em inglês para Paper Based Tests) e provas eletrônicas (CBT, sigla em inglês para Computer Based Tests).

As provas em papel são bastante semelhantes às de vestibulares ou concursos. Geralmente são realizadas em eventos de software, pois é um lugar em que há um grande número de interessados.

No entanto, as provas em papel não são a principal opção da banca. Elas são aplicadas em locais onde não há possibilidade de prova eletrônica. 

A correção fica por conta da LPI Mundial, sediada nos Estados Unidos. Qualquer afiliada brasileira não tem nenhum contato interno com as provas. 

Os resultados das provas são encaminhados via e-mail, em torno de 15 a 30 dias após a realização. 

Como fazer a prova da LPI? Saiba sobre a prova eletrônica

As provas eletrônicas são administradas nos centros de testes do Pearson VUE, a maior empresa de aprendizagem do mundo.

Geralmente, são disponibilizados horários e locais e cada candidato tem direito a escolher a melhor opção.

A vantagem desse tipo de prova é que o resultado sai na hora, logo após a conclusão do exame.

Neste link, é possível entender mais sobre como encontrar os locais disponíveis para prova eletrônica e física. 

Vale lembrar que alunos dos cursos Certificação Linux tem 15% de desconto nas provas Pearson VUE. Cursos completos e didáticos para você!

Conclusão

Este conteúdo buscou sanar as principais dúvidas sobre as certificações LPI. Foi possível entender a sua relevância para o mercado de trabalho, bem como algumas soluções para estudo. 

Caso tenha gostado deste artigo, também recomendamos a seguinte leitura: Linux Firewall: O que é? Quais as melhores opções?”.