O que é um Middleware? Entenda e saiba como ele funciona!

Middleware é um conceito muito comentado no universo da tecnologia, desenvolvimento de software e estrutura de dados. 

Se você está iniciando em uma carreira relacionada à tecnologia, saiba que é normal se sentir um pouco perdido quanto a termos como este. 

Muitos se perguntam o que é, como funciona e quais os principais tipos presentes no mercado — afinal, entender sobre esse assunto é essencial. 

Para te ajudar a entender melhor estes pontos, desenvolvemos este conteúdo completo, com tudo o que você precisa saber sobre o tema. Confira!   

O que é um middleware?

Um middleware é como uma camada de informação que intermedia o sistema operacional, visível ao usuário final, e os processamentos de dados do sistema, bem como todas as suas aplicações.

É o middleware que permite a comunicação e relação entre os dados das aplicações, desde as mais simples, como acessar os navegadores online, até as mais complexas, como acessar e relacionar informações em bancos de dados. 

Todas essas ações só são possíveis graças aos protocolos e tipos de aplicações existentes, cada um desenvolvido para desempenhar determinada função de comunicação dentro do sistema operacional. 

E qual é a sua função?

A função principal do middleware é a comunicação de dados e a conexão de aplicações, facilitando o desenvolvimento e elaboração de tarefas.

Assim, grandes empresas que trabalham com o desenvolvimento e armazenamento de informações em containers ou nuvem podem aumentar a produtividade e otimizar recursos através de diferentes intermediários. 

Afinal, a comunicação das informações é feita de modo estruturado e sistemático, a fim de repetir padrões e sequenciar eventos. 

Em casos de verificação de segurança, por exemplo, eles têm uma estrutura pré-definida responsável pelas mensagens de verificação e confirmação de dados. 

Apesar disso, também há a possibilidade de acompanhar e definir comandos e ações em tempo real, através de processamentos específicos e diferenciados. 

Entenda a sua importância e benefícios

o-que-e-middleware-importancia O que é um Middleware? Entenda e saiba como ele funciona!
Foto: Unsplash | Existem diversos motivos para apostar nesses facilitadores!

O middleware é muito importante para otimizar processos, tempo e recursos de ambientes organizacionais, como empresas de tecnologia que realizam os mais diversos tipos de operações virtuais e em sistemas próprios, por exemplo. 

Afinal, ele substitui e otimiza operações que antes eram extremamente complexas ou inviáveis, mas necessárias. 

O desenvolvimento nativo em nuvem, por exemplo, é totalmente complicado para ser desenvolvido sem o uso desses facilitadores, já que demanda a reunião de linguagens de programação, ferramentas e metodologias diferentes.

Todos esses aspectos, sem o auxílio de um intermediário, afetam o rendimento dos profissionais, que precisam se esforçar para solucionar problemas complexos em pouco tempo. 

Assim, a criação de infraestruturas robustas e diversificadas permite a integração e comunicação entre os diferentes protocolos, ferramentas, fontes de dados e plataformas presentes em uma empresa ou sistema.

Como o middleware funciona?

Como você já pôde perceber, essa aplicação funciona como uma tecnologia intermediária entre a resposta final (recebida pelo usuário na tela) e as bases de dados de cada aplicação. 

Isso significa que, para funcionar, o emissor não precisa estar em um mesmo local que as aplicações solicitadas. 

É possível executar esses intermediários de modo remoto, aplicando-os em diferentes equipamentos, sistemas operacionais e estruturas. 

Assim, os equipamentos de uma grande empresa de TI, por exemplo, que geralmente possui uma infraestrutura imensa, podem ser integrados para aumentar a produtividade e poupar o tempo que antigamente era gasto com o armazenamento, manutenção e validação de dados. 

Outro ponto interessante é a capacidade de refinamento que o middleware apresenta sobre o processamento de dados, selecionando apenas aqueles realmente necessários, através de uma filtragem prévia. 

Dessa forma, a capacidade de processamento de dados de um dispositivo é aproveitada ao máximo, sempre retornando respostas relevantes e específicas. 

Principais tipos de Middleware

o-que-e-middleware-como-funciona O que é um Middleware? Entenda e saiba como ele funciona!
Foto: Pexels | É importante entender quais os itens mais populares. 

Assim como em qualquer outra vertente do mercado tecnológico, neste universo também existem aqueles que se destacam e se popularizam. Selecionamos aqui os 4 principais tipos. Confira!

MOM – Middleware Orientado a Mensagem

Como o próprio nome sugere, o MOM é orientado a mensagem, ou seja, um dispositivo pode receber e enviar mensagens para outro sem que estes precisem estar sincronizados. 

A “mágica” acontece justamente devido ao MOM, que é capaz de criar, ler e receber mensagens. Isso evita muitos problemas e bloqueios de comunicação, que de outros modos precisa ser realizada apenas com a sincronização dos servidores receptores e emissores. 

Esse tipo de middleware pode ser aplicado em:

  • sistemas de cotações de ações;
  • geradores de status de encomendas e compras;
  • aferimento das condições trânsito;
  • compartilhamento de dados meteorológicos;
  • e muitas outras opções. 

RPC – Middleware de Chamada de Procedimento Remoto

Essa opção permite a comunicação e até mesmo a execução de comandos de um computador ou dispositivo em outro. 

Se um programador, por exemplo, está desenvolvendo um código no seu notebook e deseja executá-lo em outro dispositivo conectado na mesma rede, basta contar com este modelo.

De modo geral, um processo de um dispositivo X pode chamar um procedimento do dispositivo Y. Neste momento o dispositivo X interrompe seus processos e os executa no Y.

Middleware de banco de dados

Essa modalidade é responsável por facilitar as estratégias de comunicação dos bancos de dados, com procedimentos de solicitação de informações e execução de atividades. Exemplos bem comuns são:

  • Microsoft ODBC (Open Database Connectivity), para sistemas operacionais Windows;
  • e o Oracle JDBC (Java Database Connectivity), para sistemas operacionais Linux. 

Os resultados da utilização de middlewares como esses é a descomplicação de atividades tecnológicas e estabelecimento de programações de qualidade. 

API – Interface de programação de aplicativo

O termo “Application Programming Interface”, do inglês, se refere ao conjunto de padrões e informações rotineiras de programação que são utilizados durante o desenvolvimento de softwares que podem ou não ter suas plataformas baseadas na web. 

Através da API, a sua solução, seja um software ou uma aplicação comum, pode se comunicar com qualquer outro dispositivo. Isso permite a interação de novas funcionalidades e equipamentos às arquiteturas já existentes. 

Conclusão

Percebeu como entender o que é middleware pode ser simples quando se tem a fonte correta de informações? Saber os significados de novos termos, bem como suas aplicações práticas é parte do dia a dia de um profissional de tecnologia. 

Como você pôde notar, o sistema Linux também conta com componentes específicos, a fim de atender às necessidades do sistema. 

Aprender linux pode abrir novas portas para a sua carreira e nós, da Certificação Linux, queremos te ajudar a entender tudo sobre este universo. É por isso que oferecemos tantos materiais gratuitos à sua disposição!

Conheça o nosso site Certificação Linux e confira todos os conteúdos que oferecemos!