fbpx
Whatsapp (31) 3069-8315
atendimento@certificacaolinux.com.br
Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020
tendencias-ti-2020 Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

Em quase todos os setores, desde as organizações tradicionais ou de ponta estão adotando tecnologias para otimizar seus processos e aumentar a eficiência dos negócios. Nunca antes a tecnologia foi tão crucial para ampliar e melhorar os negócios.

Para garantir que sua carreira de TI permaneça no caminho certo, compilamos uma lista de seis tendências de tecnologia que irão governar quais habilidades estarão em alta demanda.

Blockchain

Como-funciona-a-BlockChain-Passo-a-Passo Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

Desde o seu surgimento em 2008, blockchain se estabeleceu como uma tecnologia inovadora com enorme potencial para transformar negócios e impactar todos os setores e indústrias.

À medida que mais organizações começam a perceber a infinidade de oportunidades que a tecnologia blockchain pode oferecer, elas estão se esforçando para colocar as mãos na limitada oferta de especialistas em blockchain qualificados e experientes.

Fintecs, Escolas virtuais, Empréstimos entre pessoas físicas, câmbio entre pessoas, aluguel de carros, aluguel de espaços, enfim, compartilhamento de qualquer coisa por qualquer um e criptomoedas já são uma realidade.

O Blockchain revoluciona porque ele tira o intermediário da transação, que antes servia como acreditador ou verificador.

Desta forma, as pessoas podem transacionar qualquer coisa entre sí, de forma que rede assegura a transação é segura. Então ele tira bancos, escolas, locadoras, bancos centrais, cartórios e outras organizações intermediadoras da jogada.

AI e Machine Learning

ilustracao-com-diagrama-sobre-machine-learning-1 Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

O aprendizado de AI e de máquina é um tema importante de conversação entre as organizações como um todo, não apenas nos departamentos de TI.

Embora nem todas as empresas estejam prontas para contratar essas habilidades ainda, a demanda está crescendo a partir de empregadores interessados ​​em investigar e descobrir as novas oportunidades que as soluções de IA e aprendizado de máquina podem oferecer.

Os profissionais de TI com esse conjunto de habilidades serão cada vez mais procurados, à medida que as organizações buscarem maneiras de se manterem competitivas e impulsionarem a inovação.

machine-learning Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

O Machine Learning pode ajudar a minerar, classificar dados e também a interagir com seres humanos da maneira mais humana possível.

A “Siris”, “Oi Google” e “Alexa” estão ai pra provar que o Machine Learning chegou pra ficar.

Ciência e Engenharia de Dados

Datamining Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

A demanda por profissionais de dados continua a crescer rapidamente. De acordo com os trabalhos mais promissores do LinkedIn em 2019, as vagas para funções de cientistas de dados cresceram 56% no comparativo anual.

Toda organização está coletando dados, analisando-os e procurando solucionar problemas e tomar decisões de negócios mais informadas, através de uma melhor utilização de seus dados.

Os cientistas de dados, engenheiros e analistas com experiência em R, Python, Scala e / ou SQL com ferramentas de visualização de dados são, portanto, procurados para auxiliar as organizações na exploração de seus dados. Dados Cientistas com grande experiência em dados usando tecnologias como o Hadoop também são amplamente desejados.

O Walmart nos Estados Unidos já usa o datamining para cruzar suas últimas compras com os encartes de promoções que você irá receber. Se uma mulher compra algodão e óleo corporal, muito provavelmente irá receber promoções de produtos de bebe e maternidade. Se comprar mangueiras e chaves de fenda, irá receber promoções de produtos pra quem acabou de se mudar.

Engenharia de Nuvem

Cloud_computing.svg Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

Independentemente da solução de computação em nuvem escolhida por uma organização, os engenheiros de nuvem precisarão planejar, desenvolver, configurar, manter e oferecer suporte ao software e à infraestrutura em nuvem.

Engenheiros de nuvem com um amplo conjunto de habilidades em várias tecnologias de nuvem e exposição a projetos de migração de nuvem estão em demanda, com a AWS e o Azure continuando a dominar esse espaço com o GCP ganhando popularidade lentamente.

Os CPDs de todas as empresas estão migrando para a nuvem. Isso já é uma realidade.

DevOps

devops-process Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

Alguns anos atrás, “DevOps” era um termo cunhado que poucos conheciam. Avançando para 2019 e DevOps Engineer é o trabalho mais recrutado de sempre no LinkedIn.

Com as organizações procurando integrar seus aplicativos de negócios internos e entregar novos softwares mais rapidamente a seus clientes, os candidatos com um conjunto de habilidades de DevOps estão em alta demanda para agilizar efetivamente o processo.

A demanda é particularmente forte para candidatos com histórico de desenvolvimento, já que os empregadores estão vendo os benefícios adicionais que um forte histórico de programação pode oferecer a uma organização.

DevOps é simplesmente a melhor solução para entregar software e também a escalar serviços na Internet.

Segurança Cibernética

Cybersecurity-Graphic Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

À medida que as organizações buscam cada vez mais a transformação digital e constroem negócios baseados em dados, o risco de ameaças cibernéticas e violações de dados nunca foi tão alto.

Especialistas em segurança cibernética com habilidades em testes de penetração e detecção de intrusão, DevSecOps, segurança na nuvem e criptografia são altamente procurados para proteger as vastas quantidades de dados e informações confidenciais que estão sendo coletados e armazenados.

E com a obrigatoriedade da LGPD em 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, nº 13.709/2018, todas as empresas terão de se adequar para assegurar a proteção de dados de seus clientes, de forma a garantir controle sobre a coleta, uso e transferência de dados pessoais no Brasil, disciplinando o tratamento de qualquer informação que identifique uma pessoa.

Isso significa que a partir do ano que vem, qualquer empresa pública ou privada precisará adequar seus processos para obter o consentimento explícito e assegurar a proteção dos dados de clientes na hora de coletar, armazenar e usar essas informações.

Além de aumentar o controle do titular (dono dos dados) sobre as informações, a lei traz mais transparência e segurança jurídica para as entidades dos setores público e privado.

Por isso é tão importante entender e investir, da adequação de equipamentos de TI e cybersegurança, com ações de combate a vazamento de dados, dentre outras ameaças virtuais.

Massive_disruptions Seis Tecnologias que Todo Profissional de TI deve saber em 2020

Em um mundo em que o software está engolindo tudo, em que os dados e análise de dados é tudo, todas as coisas estão conectadas, em que tudo é vendido como serviço e todas as coisas estão nas nuvens, é essencial estar bem preparado.

Criador da Web quer criar uma nova Web Descentralizada

Criador da rede mundial de computadores, Tim Berners-Lee revelou seus planos para criar uma nova web descentralizada onde os dados serão controlados pelos usuários.

Tim Berners-Lee é conhecido por criar a world wide web, ou seja, a internet que você conhece hoje. Mais de duas décadas depois, Tim está trabalhando para libertar a internet das garras dos gigantes corporativos e devolver o poder ao povo através de uma rede descentralizada.

Basicamente, o Solid é uma plataforma construída usando a web existente onde você cria ‘pods’ próprios (armazenamento de dados pessoais). Você decide onde esse pod será hospedado, quem acessará qual elemento de dados e como os dados serão compartilhados por meio desse pod. Esses Pods podem ficar em qualquer computador, e de preferência em vários, em uma rede peer-to-peer (Lembra do Napster?… pois é…)

Hoje a Internet a pesar de não ter um dono, e de estar espalhada, a Internet centralizada depende de servidores. Só que a maioria dos servidores está na mão de um punhado de empresas, como a Amazon (AWS), Microsoft (Azure), Google (Cloud), Facebook, e dentro dos Data Centers das grandes Teles.

A idéia de Berners-Lee é uma versão descentralizada dependeria de uma rede peer-to-peer construída sobre uma comunidade de usuários. Seus dispositivos conectados à Internet hospedariam a internet, não um grupo de servidores de alta potência. Cada site seria distribuído por centenas de nós em diferentes dispositivos, eliminando a possibilidade de um único servidor falhar devido a, digamos, um ataque DDoS.

A sobrecarga do governo também pode ser reduzida: um projeto que está sendo desenvolvido hoje, o Anonymouse, hospeda “microblogs” anônimos através de uma rede de telefonia móvel. Dentro dos países ameaçados por um governo autoritário, projetos como esses podem permitir que a informação seja distribuída livremente.

A tecnologia que permite isso é a mesma que impulsiona as criptomoedas: blockchain. Um protocolo blockchain é projetado para permitir transações em uma rede distribuída sem a necessidade de um intermediário supervisionando o processo. Qualquer informação pode ser observada por qualquer pessoa e é codificada de uma forma que não deixa ninguém mexer nela.

Berners-Lee acredita que o Solid

capacitará indivíduos, desenvolvedores e empresas com maneiras inteiramente novas de conceber, construir e encontrar aplicativos e serviços inovadores, confiáveis e benéficos”.

Os desenvolvedores precisam integrar o Solid em seus aplicativos e sites. Solid ainda está nos estágios iniciais, então não há aplicativos por enquanto, mas o site do projeto afirma que “a primeira onda de aplicativos Solid está sendo criada agora”.

Berners-Lee criou uma startup chamada Inrupt e tirou um período sabático do MIT para trabalhar em tempo integral no Solid e levá-lo “da visão de poucos para a realidade de muitos”.

Se você estiver interessado em Solid, saiba como criar aplicativos ou contribuir com o projeto de sua própria maneira. Naturalmente, será preciso muito esforço para construir e impulsionar a ampla adoção do Solid, de modo que cada contribuição contribua para o sucesso de uma rede descentralizada.

Um punhado de startups já está usando o blockchain para substituir certos serviços comuns da Internet: a Everipedia espera se tornar a Wikipedia no blockchain, por exemplo, enquanto a Mastodon espera se tornar o Twitter descentralizado.

Você acha que uma web descentralizada será uma realidade?

Já conhece nosso curso de Linux?

Open chat