Comando uptime no Linux (tempo de atividade) [Guia Básico]

O Comando uptime no Linux mostra quanto tempo o sistema está no ar, a quantidade de usuário logados e a carga da CPU.

As opções mais comuns são:

  • -p        Mostra desde quando o sistema está ligado de uma forma “bonitinha”
  • -s        Mostra desde quando o sistema está ligado no formato ANO-MES-DIA HORA:MINUTO:SEGUNDO

As médias de carga de CPU mostradas pelo comando uptime são calculadas com uma média dos processos em execução ou esperando pela CPU. Essas médias não são normalizadas pelo número de CPUs. 

É muito importante memorizar que o uptime mostra a média de carga de CPU no último 1 minuto, nos últimos 5 minutos e nos últimos 15 minutos, nesta ordem.

Se a carga de CPU for maior que 1, e se o sistema tem apenas uma CPU, significa que o uso da CPU está além da capacidade, portanto, há uma espera grande por CPU pelos processos.

Mas para tirar conclusões mais acertadas, vai depender do tempo em que a média de CPU está acima de 1. Se houve um pico de uso de CPU no último minuto, mas as médias de carga nos tempos de 5 e 15 minutos são baixas, não é um indicativo que há necessidade de troca da CPU. Mas se as médias são altas com 5 e 15 minutos também, significa que a capacidade de processamento pode estar mal planejada em relação à carga do sistema.

Também é importante saber que essas médias não são normalizadas pelo número de processadores. Um número de carga de 1 em um sistema com 4 processadores, significa que as CPUs estão ociosas 75% do tempo. Desta forma, pode-se entender que para sobrecarregar um sistema com 4 CPUs, a carga média precisa ser maior que 4.

Veja neste exemplo que há CPU de sobra:

$ uptime
 20:35:37 up 31 days,  9:41,  1 user,  load average: 0,02, 0,02, 0,00

A opção -p mostra desde quando o sistema está ligado no estilo contagem de dias:

$ uptime -p
up 4 weeks, 3 days, 9 hours, 45 minutes

E a opção -s mostra desde quanto tempo o sistema está ligado no formato de data:

$ uptime -s
2019-08-15 10:53:45

A quantidade de CPUs de um sistema pode ser visualizada no arquivo /proc/cpuinfo, com parâmetro “model name”:

$ grep -c 'model name' /proc/cpuinfo
1

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode efetuar a matrícula aqui. Se você já tem uma conta, ou quer criar uma, basta entrar ou criar seu usuário aqui.

Gostou? Compartilhe