fbpx

É possível alterar a prioridade de execução dos processos, através dos comandos nice e renice. Estes comandos são extremamente úteis em ambientes multiusuário

Imagine um servidor com muitos usuários logados e cada um executando algo. Neste tipo de ambiente, é preciso dar mais ou menos fatias de processamento aos diversos programas dos usuários, para manter um ambiente estável e organizado.

Comando nice

Uso:

$ nice [-n ajuste_de_prioridade] [comando]

O comando nice ajusta o tempo disponível de CPU de um processo para mais ou para menos prioridade.

No inglês a palavra “nice” quer dizer “legal”. Se o ajuste de prioridade para um processo for um número positivo, quer dizer que ele está sendo mais legal com os outros programas diminuindo a sua prio­ridade.

Se o ajuste for um número negativo, quer dizer que o programa está sendo menos legal, aumentando a sua prioridade de execução e sobrando menos tempo de CPU para os outros programas.

O ajuste de prioridade possível vai do –20 (mais prioridade / menos legal) até o 19 (mais legal, menos prioridade).

Se não for passado nenhum valor de ajuste, o comando nice ajustará a prioridade para +10, diminuindo o tempo de execução do processo.

$ nice updatedb &

Neste exemplo o comando updatedb tem menos prioridade de execução.

$ nice –n –10 folha_pagamento

Neste exemplo o comando folha_pagamento será executado com mais prioridade.

Comando renice

Uso:

$ renice [+/-] ajuste_prioridade [opções] PID/Usuário

O comando renice ajusta a prioridade de execução de processos que já estão rodando. Por padrão, o comando renice recebe como parâmetro o PID de um determinado processo.

O ajuste de prioridade é um número inteiro que vai do –20 (maior prioridade) até o +20 (executar qualquer coisa antes deste processo).

As opções mais usuais são:

  • -p: Recebe um PID para alterar sua prioridade.
  • -u: Recebe um nome de usuário para alterar a prioridade de todos os processos deste usuário em execução.
  • -g: Recebe um nome de um grupo para alterar a prioridade de todos os processos pertencentes a este grupo.

Exemplo:

# renice -1 987 -u daemon root -p 32

Neste exemplo, o processo de número PID 987, PID 32 e todos os processos de que os usuários daemon e root são donos vão ter mais prio­ridade.

Veja como trabalhar com processos no Linux e também colocar processos em segundo plano.

Quer saber se uma certificação vale a pena ? Saiba porque os salários são bons, e porque as empresas estão procurando profissionais de Linux.

Você vai ententer que os benefícios superam de longe o sacrifício.

E se você já se decidiu, veja nosso Guia de Certificação.

E se quer saber onde fazer as provas, consulte a lista de cidade.

Se quiser saber o idioma das provas, veja esse post.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Modificando a Prioridade de Execução dos Processos
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.