Como obter ajuda no Linux? [Guia Básico]

Para obter ajuda no Linux é muito fácil. O Linux tem um conjunto de manuais que podem ser utilizados pelos usuários e administradores para consultarem informações sobre os comandos em busca de ajuda.

O Linux possui alguns canais de ajuda ao usuário, tais como:

  • Help dos comandos, com a opção “–help“;
  • Páginas de informação com o comando “info“;
  • Documentação do sistema em “/usr/share/doc”;
  • Manuais através do comando “man”;

Help dos Comandos

A maioria dos comandos possui uma pequena ajuda através da opção “–help“, que traz um pequeno manual:

$ free --help
Usage:
 free [options]
Options:
 -b, --bytes         show output in bytes
 -k, --kilo          show output in kilobytes
 -m, --mega          show output in megabytes
 -g, --giga          show output in gigabytes
     --tera          show output in terabytes
     --peta          show output in petabytes
 -h, --human         show human-readable output
     --si            use powers of 1000 not 1024
 -l, --lohi          show detailed low and high memory statistics
 -t, --total         show total for RAM + swap
 -s N, --seconds N   repeat printing every N seconds
 -c N, --count N     repeat printing N times, then exit
 -w, --wide          wide output
     --help     display this help and exit
 -V, --version  output version information and exit

Utilizando as Páginas Info

Uma fonte interessante de consulta são as páginas info. Esta documentação foi desenvolvida pelo projeto GNU e cobre grande parte das ferramentas do projeto.

Para ter acesso a esta documentação, é preciso utilizar o comando info seguido do nome do comando desejado. Veja um exemplo, digitando o comando no shell:

# info test

O info possibilita a navegação entre os tópicos relacionados. Para navegar no info, basta encontrar um “link” que é formado pelo símbolo “*” e uma palavra e apertar a tecla enter.

Para passar para a próxima página do conteúdo, digite “N” (Next) e, para voltar, digite “P” (Previous). A tecla “q” sai do info.

O comando info sem nenhum argumento lista todas as páginas existentes. 

# info

Encontrando a Documentação em /usr/share/doc

O diretório /usr/share/doc possui grande parte da documentação de uma distribuição Linux e diversos aplicativos na forma de HOWTOS, FAQs, arquivos README, guias de instalação e manuais de usuário.

O subdiretório /usr/share/doc/howto possui quase 2000 páginas de documentação detalhando passo a passo diversas tarefas.

Veja um exemplo:

3Dfx-HOWTO.html
AI-Alife-HOWTO.html
Acer-Laptop-HOWTO.html
Alpha-HOWTO.html
Bash-Prog-Intro-HOWTO.html
Benchmarking-HOWTO.html

Este tipo de documentação é útil quando não se sabe como começar uma determinada tarefa ou quais ferramentas devem ser utilizadas.

No subdiretório /usr/share/doc/packages podem ser encontradas informações sobre quase todos os pacotes de software instalado no sistema. Esta informação pode incluir arquivos com conteúdos distintos como README, INSTALL, CHANGES, INFO, FAQ, etc.

Nem sempre os how-tos podem estar instalados na distribuição, e o seu caminho pode ser diferente.

Manual dos Comandos com o man

$ man [sessão] comando

O comando man oferece um manual de vários comandos do GNU Linux, bem como manual de outros programas de terceiros. O man oferece uma interface simplificada para os programadores oferecerem um manual de seus programas.

As páginas de manual acompanham quase todos os programas GNU/Linux e podem ser instaladas de acordo com a língua escolhida, se estiver disponível na distribuição.

As informações do man são chamadas de “Páginas do Man”  e elas trazem uma descrição básica de comandos e detalhes sobre o funcionamento de suas opções. 

Uma página de manual é visualizada na forma de texto único com rolagem vertical. Também documenta parâmetros usados em alguns arquivos de configuração. 

Sessões do Man

Os documentos do manual são divididos em sessões de acordo com o assunto abordado. As sessões são numeradas de 1 a 9, a seguir:

  1. Programas executáveis ou comandos de shell;
  2. Chamadas do Sistema (funções fornecidas pelo Kernel);
  3. Chamadas de Biblioteca (funções fornecidas pelas bibliotecas);
  4. Arquivos especiais, especialmente aqueles localizados em /dev;
  5. Formatos de arquivos e convenções;
  6. Jogos;
  7. Pacotes Macro;
  8. Comandos administrativos;
  9. Rotinas do kernel.

É possível que uma mesma palavra possa referenciar a uma função de programação, comando ou arquivo de configuração. Desta maneira é importante saber em qual sessão iremos encontrar a documentação desejada.

Cada página do manual é dividida em partes:

  • NAME: Nome do item procurado com uma descrição curta;
  • SYNOPSIS: Descrição completa do uso e sintaxe;
  • DESCRIPTION: Descrição breve das funcionalidades;
  • OPTIONS: Descrição de cada opção e argumentos;
  • FILES: Uma lista de arquivos importantes;
  • SEE ALSO: Uma lista de itens relacionados ao procurado;
  • BUGS: Descrição de possíveis problemas com o item;
  • AUTHOR: Lista de pessoas responsáveis pelo item.

Para acessar o manual, o comando é o man seguido do item procurado. Como opção, o número da sessão pode ser passada como parâmetro.

$ man passwd

Neste exemplo o man visualiza o manual do comando passwd, pertencente à sessão 1.

$ man 5 passwd

Já neste exemplo o man exibirá o manual do arquivo /etc/passwd.

A navegação dentro das páginas de manual é feita usando-se as teclas: 

  • q Sai da página de manual;
  • PageDown ou f Rola 25 linhas abaixo;
  • PageUP ou w Rola 25 linhas acima; 
  • SetaAcima ou k Rola 1 linha acima; 
  • SetaAbaixo ou e Rola 1 linha abaixo;
  • r Redesenha a tela (refresh);
  • p ou g Início da página; 
  • h Ajuda sobre as opções da página de manual; 
  • Salva a página de manual em formato texto no arquivo especificado.

Conclusão

Se você quiser obter ajuda de algum comando no Linux, a maneira mais fácil é utilizar o comando “man” para ler o manual do comando desejado.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode efetuar a matrícula aqui. Se você já tem uma conta, ou quer criar uma, basta entrar ou criar seu usuário aqui.

Gostou? Compartilhe