fbpx
Whatsapp (31) 3069-8315
atendimento@certificacaolinux.com.br
Pra quem gosta e não gosta do Vi – Guia definitivo!

Ele é temido pelos iniciantes. E amado pelos SysAdmins. Por que? É simples, rápido e versátil depois que você aprende.

Outro dia publicamos um post sobre o Nano. E muita gente prefere o Vi. Então aqui segue um post sobre o Vi / Vim.

 O vi pode não parecer fácil. Mas depois de assistir essas duas aulas, te garanto que você vai amar o Vi.

Aprenda a “navegar” no Vi

Aprenda “todo o resto”

Amigo, dá pra imprimir?

Sim, dá sim. Use essa colinha até que você guarde os comandos do Vi/Vim:

Gostou das aulas?

Crie sua conta no nosso curso Certificação Linux e aprenda muito, mas muito mais. 

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Segredos não tão óbvios para transformar sua vida antes das 8h da manhã

Tudo bem. Você é daqueles que trabalha duro. Acorda cedo. Dorme tarde e dá o seu melhor na maioria dos dias….

Só que ainda está loooonge da tão sonhada vida que você quer. E porque isso acontece?

Poucas pessoas percebem, mas o detalhe é que seu Nível de Sucesso raramente vai exceder o seu nível de desenvolvimento pessoal, porque sucesso é uma coisa que você atrai através da pessoa que você se tornou.

Captura-de-Tela-2018-12-18-às-19.41.14 Segredos não tão óbvios para transformar sua vida antes das 8h da manhã

Existe uma lacuna entre “seus sonhos” e você “na real”. Essa lacuna é o seu desenvolvimento pessoal. 

E até que você se dedique todos os dias um pouco para se desenvolver pessoalmente para se tornar a pessoa que você quer, o sucesso sempre vai ser algo difícil de se conseguir.

“Tá certo….

“você pode dizer: Mas minha vida é complicada. Tenho família, filhos, um chefe chato, trabalho estressante e mal tenho tempo pra mim. Que horas vou me desenvolver?

Não há mágica para a produtividade

Você tem que achar tempo para se desenvolver pessoalmente. Ponto. Sem isso você nunca vai preencher a lacuna.

E não tem melhor hora do que  aproveitar os momentos de despertar, porque é sensacional.

Você está descansado. Todo mundo está dormindo ainda, e você irá encontrar um tempo só pra você. Uma hora por dia.

Então, basta conseguir fazer uma simples mudança no seu dia, que você estará no caminho certo para o sucesso! 

Acorde 1h mais cedo do que de costume

Seu corpo vai se acostumar. Acredite. Você não precisa de 8h de sono como os “gurus da TV” pregam por ai.

Se você acorda as 07, pode acordar as 06. Se acorda as 06, pode acordar as 05. Essa é uma hora de que você precisa para fazer a mágica acontecer.

O truque é dizer para você mesmo na hora de dormir que você vai acordar as 05:00, bem descansado e feliz.

Acredite em mim, o seu corpo vai te obedecer. A prova? Quando você vai sair de férias, quantas vezes você acorda no meio da noite já pronto para pegar a estrada e percebe que ainda são 3:00?

É assim que a mente funciona:  estímulo certo na hora de dormir.

Isso acontece porque seu último pensamento será o “como” você irá passar a noite. Assista um filme ruim, violento ou de terror. Sua noite será péssima. Veja algo leve, que te deixe feliz, leia um romance.

Diga pra você mesmo que horas quer acordar e como quer acordar. É só cuidar dos seus últimos pensamentos na hora de dormir.

Sem “Soneca” PelamordeDeus!

Nosso cérebro funciona como um computador. Tem o programa da digestão. Tem o programa do sono. Quando você acorda e aperta o soneca do celular e volta a dormir, seu cérebro rebobina o programa de dormir.

Nove minutos depois o despertador toca. Mas seu cérebro já iniciou novamente o programa de dormir.

E dai você levanta tonto e cansado, e seu cérebro vai demorar mais 4 horas para acordar, até que o programa de dormir acabe de executar.

Os programas do cérebro não tem Ctrl-C.  É uma marcha lenta que você não precisa.

Hidrate seu corpo

Você ficou 07 ou 08 horas sem beber água. Seu fígado trabalhou muito pra limpar seu sangue à noite, fez inúmeras reações químicas no seu vasto laboratório… e todas elas usam água.

Então seu corpo ao acordar precisa desesperadamente de um bom copo de água temperatura ambiente pra repor o tanque e iniciar o dia.

E o que significa “Desenvolvimento Pessoal?”

Aqui é que mora o pulo do gato.

Existe uma Programação Diária que se você seguir, tenho certeza que daqui há 01 ano você será uma pessoa completamente diferente e melhor. Eis o programa:

  1. Exercite-se  – faça 10 minutos de exercício cardiovascular. Pode ser polichinelo, corrida parado, não importa. O objetivo é fazer seu sangue circular e acordar seu coração e músculos – claro que com supervisão médica.
  2. Coma café da manhã rico em nutrientes – Coma um café balanceado, de preferência com alimentos vivos e verdes e adicione linhaça que é rica em omega 3.
  3. Os smoothies verdes e super-sucos são uma ótima opção. Evite os derivados de farinha (Paes e bolos).
  4. Visualização – Visualize por 10 minutos como você quer estar/ser/ter daqui a 5 anos. De preferência foque em alguém ou algo que você admire e queira muito. Chame de Lei da atração ou O Segredo. Não importa o nome. Mas esse tipo de exercício mental faz com que você comece a “enxergar” os passos que você tem que dar até aquele determinado objetivo. Você começará a ter insights de o que precisa aprender, que habilidades e comportamentos tem de desenvolver, que hábitos seguir, etc. A “Sorte” ou o “Universo” vai começar a conspirar a seu favor depois disso.
  5. Leia bons livros. Leia por 10 minutos algum livro que irá desenvolver alguma habilidade, competência, comportamento ou hábito em você. Mas leia todos os dias. Se você ler 1 página por minuto, o que é razoável, você irá ler 10 páginas por dia. Em um ano você será capaz de ler 3.650 páginas. Faça as contas, um bom livro tem uma média de 240 páginas. Isso dá na média 15 livros por ano. Existe alguma possibilidade de você ser a mesma pessoa daqui há 15 livros ? Nenhuma.
  6. Medite. Acalme sua mente por 10 minutos. Acredite… essa voz na sua cabeça não é você. É o seu Ego falando. Sente confortavelmente em uma posição ereta. Feche os olhos. Respire fundo umas 3x. Tente não pensar em nada. E se algum pensamento vier (e vão vir), pergunte para sua mente: qual o meu próximo pensamento? Isso desarma totalmente sua mente e o Ego. Ela ficará quieta por alguns segundos. Se surgir algo, refaça a pergunta. Repita até que a mente fique calma. Os “espaços çem branco” vão aumentar com o tempo e a prática. O objetivo é aprender a “calar a boca dentro da sua cabeça”. E isso vai permitir que você perceba e sinta coisas que nunca sentiu antes. Você vai sentir uma presença. Chame-a de Eu Interior, Deus, Buda, Alá, do que quiser. Garanto que será transformador.
  7. Anote. Escreva 10 minutos de diário. Principalmente depois de ter lido e meditado. Você terá insights poderosos. Esse jornal vai permitir que você vá muuuuuuito além. Nem você vai acreditar nas coisas que vão surgir nas  anotações e como isso vai te ajudar a chegar lá.

Fazendo isso pelas razões certas

Captura-de-Tela-2018-12-18-às-20.21.17 Segredos não tão óbvios para transformar sua vida antes das 8h da manhã

Empurrar-se para ser mais produtivo é um objetivo admirável. Mas sem um bom motivo, não funciona por muito tempo.

É importante demais ter um “grande porque” pra fazer isso. É esse “grande motivo” que vai fazer você continuar.

Então, antes de definir o seu alarme para as 5 da manhã, pergunte-se por que você está fazendo isso. Essa força que vai fazer você trabalhar para ser/ter/estar até conseguir aquilo que sonhou.

Gostou deste artigo? Se quiser saber mais, leia o livro “Manhãs Milagrosas” de Hal Elrod.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Você é bom mesmo?

Quer ganhar dois meses com acesso completo a todos os nossos cursos? Mostre que você manja de Linux e ainda curte palavras-cruzadas. 

Resolva essa palavra-cruzada e concorra.  Veja o regulamento:

  1. Você precisa acertar todas as palavras.
  2. Curta nossa página 
  3. Poste uma foto das suas respostas no Facebook e marque @certificacaolinux

Limite de 5 vagas.

Boa sorte!

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Por que todo mundo é louco pelo ZFS?

Vamos dar uma olhada no OpenZFS que é um poderoso sistema de arquivos.  Não confundam com o ZFS (desenvolvido pela Oracle).

O OpenZFS (Z File System) foi criado por Matthew Ahrens e Jeff Bonwick em 2001.

Ele foi projetado para ser um sistema de arquivos de última geração para o OpenSolaris da Sun Microsystems. Em 2008, o ZFS foi portado para o FreeBSD.

No mesmo ano, um projeto foi iniciado para portar o ZFS para o Linux. No entanto, como o ZFS é licenciado sob a Licença de Desenvolvimento e Distribuição Comum, que é incompatível com a Licença Pública Geral GNU, ele não pode ser incluído no kernel do Linux.

Para contornar este problema, a maioria das distribuições Linux oferece métodos para instalar o ZFS.

Pouco depois de a Oracle ter comprado a Sun Microsystems,  o desenvolvimento adicional do ZFS tornou-se fechado.

Muitos dos desenvolvedores do ZFS ficaram insatisfeitos com esse rumo dos acontecimentos e dois terços dos devedores principais do ZFS, incluindo Ahrens e Bonwick, deixaram a Oracle e se juntaram a outras empresas para criaram o projeto OpenZFS em setembro de 2013.

O que é o ZFS? Quais são suas características?

As principais características do ZFE são:

  • Armazenamento agrupado
  • Copy-on-write
  • Instantâneos (snapshots)
  • Verificação de integridade de dados e reparo automático
  • RAID-Z
  • Tamanho máximo do arquivo de 16 exabytes
  • Armazenamento máximo de 256 quatrilhões de zettabytes

Em um primeiro momento, essas características parecem grego. Vamos explicar:

Armazenamento agrupado

Ao contrário da maioria dos sistemas de arquivos, o ZFS combina os recursos de um sistema de arquivos e de um gerenciador de volumes.

Isso significa que, diferentemente de outros sistemas de arquivos, o ZFS pode criar um sistema de arquivos que abrange uma série de unidades ou um pool.

Não só isso, mas você pode adicionar armazenamento a um pool, adicionando outra unidade.

O ZFS manipulará o particionamento e a formatação. Isso significa que ele faz um gerenciamento de volumes integrado.

Você não precisa do LVM e usar ferramentas complicadas para diminuir ou expandir um disco lógico.

zfs Por que todo mundo é louco pelo ZFS?

Copy-on-write

Na maioria dos sistemas de arquivos, quando os dados são sobrescritos, eles são perdidos para sempre.

No ZFS, as novas informações são gravadas em um bloco diferente. Quando a gravação estiver concluída, os metadados dos sistemas de arquivos serão atualizados para apontar para as novas informações.

Isso garante que, se o sistema travar (ou queda de energia) enquanto a gravação estiver ocorrendo, os dados antigos serão preservados. Isso também significa que o sistema não precisa executar o fsck após uma falha no sistema.

Instantâneos (snapshots)

A cópia na gravação leva a outro recurso do ZFS: instantâneos. O ZFS usa instantâneos para controlar as alterações no sistema de arquivos.

“O instantâneo contém a versão original do sistema de arquivos e o sistema de arquivos ao vivo contém as alterações feitas desde que o instantâneo foi tirado. Nenhum espaço adicional é usado. Conforme novos dados são gravados no sistema de arquivos ao vivo, novos blocos são alocados para armazenar esses dados. ”

Um arquivo é excluído, a referência de captura instantânea também é removida. Portanto, os snapshots são projetados principalmente para rastrear alterações em arquivos, mas não a adição e criação de arquivos.

Os instantâneos podem ser montados como somente leitura para recuperar uma versão passada de um arquivo. Também é possível reverter o sistema ao vivo para um instantâneo anterior. 

Verificação de integridade de dados e reparo automático

Sempre que novos dados são gravados no ZFS, eles criam uma soma de verificação para esses dados.

Quando esses dados são lidos, a soma de verificação é verificada. Se a soma de verificação não corresponder, o ZFS sabe que um erro foi detectado. O ZFS tentará corrigir automaticamente o erro.

RAID-Z

O ZFS pode manipular o RAID sem precisar de nenhum software ou hardware extra.

Não é novidade que o ZFS tem sua própria implementação de RAID: RAID-Z. O RAID-Z é na verdade uma variação do RAID-5.

No entanto, ele foi projetado para superar o erro do furo de gravação RAID-5, “no qual os dados e informações de paridade se tornam inconsistentes após uma reinicialização inesperada”.

Para usar o nível básico de RAID-Z (RAID-Z1) você precisa de pelo menos dois discos para armazenamento e um para paridade.

O RAID-Z2 exigia pelo menos duas unidades de armazenamento e duas unidades para paridade. O RAID-Z3 requer pelo menos duas unidades de armazenamento e três unidades para paridade.

Quando as unidades são adicionadas aos conjuntos RAID-Z, elas precisam ser adicionadas em múltiplos de dois.

Potencial enorme de armazenamento

Quando o ZFS foi criado, ele foi projetado para ser a última palavra em sistemas de arquivos.

No momento em que a maioria dos sistemas de arquivos era de 64 bits, os criadores do ZFS decidiram ir direto ao teste de 128 bits para torná-lo mais seguro.

Isso significa que o ZFS “oferece 16 bilhões de bilhões de vezes a capacidade de sistemas de 32 ou 64 bits”.

Na verdade, Jeff Bonwick (um dos criadores) disse que alimentar um “preenchimento total de um pool de armazenamento de 128 bits exigiria, literalmente, mais energia do que ferver os oceanos”.

Como instalar o ZFS

O FreeBSD tem suporte nativo ao ZFS. E é uma das principais razões pelas quais alguns usuários experientes do Linux optam pelo BSD.

Se você quiser experimentar o ZFS no Linux, o Linux permite seu uso, mas não como o sistema raiz (/).

Se você estiver interessado em experimentar o ZFS no Linux, o projeto ZFS no Linux possui vários tutoriais sobre como fazer isso.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

2020
Quer Crescer em 2020?

É uma citação Mas é verdade…

Sucesso não acontece por acaso. É simplesmente planejado.

Dr. Lair Ribeiro

Não ter um plano me levou a tantos caminhos diferentes, mas com pouco progresso.

Eu sempre tive muita coisa acontecendo … e estava constantemente trabalhando… mas estava desorganizado, disperso e meus esforços estavam desarticulados.

Então, enquanto eu estava trabalhando duro, eu estava apenas girando em círculos.

Tudo isso mudou quando comecei a fazer uma profunda revisão anual de todos os meus esforços… e usando os insights dessa revisão para montar um plano de crescimento.

Hoje, este processo de planejamento de carreira (como eu o chamo) é uma das minhas armas secretas. Para muitos dos meus alunos também.

Porque dá extrema clareza, direção e foco em como expandir minha carreira. Você vê os resultados acontecerem, porque sabe onde quer chegar.

Se isso é algo com o que você está lutando agora … ou … você não sabe a melhor maneira de traçar seu plano de crescimento para 2020 … eu o encorajaria a experimentar meu processo.

E qual a beleza de ter uma Certificação Linux ?

  • Primeiro é o foco no crescimento. Aprender por aprender é disperso. Gasta energia mas não leva a resultados palpáveis.
  • Segundo, você vai acreditar mais em você mesmo quando tiver uma certificação. Acredite. Isso faz uma enooooorme diferença. Na hora de vender o peixe, negociar e pedir aumento.
  • Terceiro, as pessoas que te pagam vão pagar melhor por seus serviços. E você atrairá mais pessoas… Que sabem que você é bom. A certificação funciona melhor e de forma mais ampla que o quem indica
  • Quarto, tudo tá baseado em Linux… Até o seu celular é Linux/Unix (Android/Iphone). Veja que 85% da Internet roda em Linux. Isso significa muitas oportunidades.
  • Quinto, Linux é free… e na crise, quem não gosta de free ?
  • Sexto, ter um servidor Linux hoje é extremamente barato. Por US$ 5,00 você consegue um servidor virtual numa Digital Ocean. Ou seja, qualquer um pode criar algo novo e legal, com muito pouco dinheiro. Basta ter a idéia e o conhecimento certo.

Mas…. Isso tudo é para qualquer um que esteja preparado e saiba usar as ferramentas e enxergar longe. E é isso que uma certificação te dá.

Isso levará um pouco de tempo… Se você já tiver bagagem, 1 mês. Se não tiver (ainda), 3 meses.

Mas será uma das melhores coisas que você fará se realmente quiser expandir em 2020. Certifique-se.

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Novos Recursos do FreeBSD 12.0

Pra quem gosta do velho e bom UNIX, o FreeBSD acaba de lançar sua versão 12.0.

Pra quem não tá ligado ainda, o FreeBSD é um sistema operacional livre do tipo Unix-like que provém do Research Unix via a Berkeley Software Distribution. Porém, por motivos legais o FreeBSD não pode usar a marca registada Unix,  o qual foi historicamente chamado “BSD Unix” ou “Berkeley Unix. É usado em desktops, plataformas embarcadas e para alimentar servidores modernos.

O FreeBSD 12.0 está disponível para as arquiteturas i386, amd64, sparc64, powerpcspe, powerpc, aarch64, armv6 e armv7.

Veja as novidades desta versão:

  • Algumas atualizações importantes incluem o OpenSSL, que agora foi atualizado para 1.1.1a (Suporte de Longo Prazo), Não consolidado para a versão 1.8.1, OpenSSH para a versão 7.8p1, KDE atualizado para a versão 5.12.5.
  • O servidor NFS 4.1 agora inclui suporte ao servidor pNFS.
  • O FreeBSD 12.0 habilitou a opção de configuração do kernel DANE-TA, VIMAGE por padrão. A opção NUMA também foi habilitada por padrão nas configurações de kernel GENERIC e MINIMAL.
  • O suporte gráfico foi aprimorado para atender ao hardware de geração atual. O driver DRM para chipsets gráficos modernos será removido no FreeBSD 13.
  • Alguns drivers foram atualizados e alguns outros foram preteridos. Para drivers de rede, o ixl (4) foi atualizado para a versão 1.9.9-k, enquanto o ixlv (4) foi renomeado para iavf (4) (atualizado para usar iflib (9). O lmc (4), ixgb (4), nxge (4) e vxge (4) foram removidos.O jedec_ts (4) foi removido e substituído por jedec_dimm (4).

Baixe e instale o FreeBSD 12.0

O instalador do FreeBSD 12.0 pode ser baixado em diferentes formatos. Pode ser instalado a partir de uma imagem ISO inicializável, bem como através da rede. Também é possível instalar a partir de um cartão de memória USB em algumas arquiteturas.

Você pode baixar o instalador do FreeBSD 12.0, a máquina virtual e as imagens do cartão SD no link abaixo:

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Novidades do Nano 3.2

Uma nova versão do Nano lê arquivos 70% mais rápido e traz vários outros recursos.

O GNU nano é um dos mais populares editores de texto baseados em terminal. Aqueles que continuam esquecendo como sair do Vim, procuram refúgio com o GNU Nano.

É uma dádiva de Deus para os iniciantes que precisam lidar com a edição na linha de comando, enquanto os nano fãs experientes simplesmente adoram ele.

Alguns dos principais novos recursos do GNU nano 3.0 são:

  • Lê arquivos 70% mais rápido
  • Velocidade de manipulação de texto ASCII foi quase duplicada
  • Novos atalhos: Ctrl + Delete apaga a próxima palavra e Ctrl + Shift + Delete apaga a palavra anterior
  • Muitas outras alterações de atalhos de teclado
  • Mostra o número correto de linhas na barra de status ao abrir vários arquivos
  • Ignora qualquer pressionamento de antes de um pressionamento de tecla de comando válido
  • Reconhece mais seqüências de escape
  • Evita um possível travamento durante justificar o texto

Nano é o editor de texto padrão no Ubuntu e vem pré-instalado com muitas outras distribuições. Você pode encontrá-lo no repositório principal de quase todas as distribuições Linux.

Quer uma tabelinha para ajuda a usar o Nano?

Atalhos de Teclado do Linux que você precisa saber

Você sabe o que diferencia um usuário profissional de um usuário comum? Domínio sobre os atalhos de teclado.

Tudo bem! Isso não é a única coisa, mas é, sem dúvida, um fator.

Atalhos de Teclado no Linux ajudam você a ser mais produtivo e eficiente com qualquer ferramenta que você usa. Apenas pense nisso. Se alguém mantiver o mouse todo o caminho para baixo para copiar todo o texto em vez de Ctrl + A, como você se sentiria a respeito?

O terminal Linux não é uma exceção. Existem certos atalhos de terminal do Linux que todo usuário deve conhecer e praticar.

Confie em mim; Depois de dominar esses atalhos, você perceberá como é bom usando a linha de comando do Linux.

1. Tab  (auto-completar)

Basta começar a digitar um comando, nome do arquivo, nome do diretório ou até mesmo opções de comando e aperte a tecla tab. Ele irá automaticamente completar o que você estava digitando ou mostrará todos os resultados possíveis para você.

2. Ctrl c  (interrompe um programa)

Estas são as teclas que você deve pressionar para sair de um comando ou processo em um terminal. Isso interromperá imediatamente um programa em execução.

Se você quiser parar de usar um programa em execução no primeiro plano, basta pressionar esta combinação de teclas.

3. Ctrl z   (segundo plano)

Este atalho irá enviar um programa em execução em segundo plano. Normalmente, você pode conseguir isso antes de executar o programa usando a opção &, mas se você esqueceu de fazer isso, use esta combinação de teclas.

4. Ctrl d   (desconexão)

Este atalho de teclado desconecta você do terminal atual. Se você estiver usando uma conexão SSH, ela será fechada. Se você estiver usando um terminal diretamente, o aplicativo será fechado imediatamente.

5. Ctrl L   (limpa o terminal)

Como você limpa sua tela de terminal? Eu acho que usando o comando claro.

Em vez de escrever C-L-E-A-R, você pode simplesmente usar Ctrl + L para limpar o terminal. Muuuuito melhor, não é?

6. Ctrl a  (move p/ inicio da linha)

Este atalho moverá o cursor para o início da linha.

Suponha que você digitou um longo comando ou caminho no terminal e deseja ir para o início dele, usando a tecla de seta para mover o cursor levará bastante tempo. Observe que você não pode usar o mouse para mover o cursor para o início da linha.

7. Ctrl e  (move p/ final da linha)

Esse atalho é um pouco oposto ao Ctrl + A. Ctrl + A envia o cursor para o início da linha, enquanto Ctrl + E move o cursor para o final da linha.

8. Ctrl u  (apaga a linha)

Digitado um comando errado? Em vez de usar o backspace para descartar o comando atual, use o atalho Ctrl + U no terminal do Linux. Este atalho apaga tudo, desde a posição atual do cursor até o início da linha.

9. Ctrl k  (apaga do cursor em diante) 

Este é semelhante ao atalho Ctrl + U. A única diferença é que, em vez do início da linha, ela apaga tudo, da posição atual do cursor até o final da linha.

10. Ctrl w  (apaga uma palavra)

Mas e se você só precisa excluir uma única palavra? Use o atalho Ctrl + W.

Usando o atalho Ctrl + W, você pode apagar a palavra anterior à posição do cursor. Se o cursor estiver em uma palavra em si, apagará todas as letras da posição do cursor até o início da palavra.

11. Ctrl y  (cola de volta)

Isto irá colar o texto apagado que você viu com os atalhos Ctrl + W, Ctrl + U e Ctrl + K. Vem à mão no caso de você ter apagado o texto errado ou se você precisar usar o texto apagado em outro lugar.

12. Ctrl p  (comando anterior)

Você pode usar este atalho para visualizar o comando anterior. Você pode pressioná-lo repetidamente para continuar retornando ao histórico de comandos. Em muitos terminais, o mesmo pode ser alcançado com a tecla PgUp.

13. Ctrl n  (próximo comando)

Você pode usar este atalho em conjugação com Ctrl + P. Ctrl + N exibe o próximo comando. Se você estiver visualizando comandos anteriores com Ctrl + P, poderá usar Ctrl + N para navegar para frente e para trás. Muitos terminais têm esse atalho mapeado para a chave PgDn.

14. Comando “alias”

Você digitou uma combinação de comandos legais que tem que repetir sempre? Use o comando alias para criar seu próprio atalho:

$ alias conexoes=”netstat -plan|grep :80|awk ‘{print $5}’|cut -d: -f 1|sort|uniq -c|sort -nk 1″

Aprenda muito mais sobre Linux em nosso curso online. Você pode fazer a matrícula aqui com trial de 7 dias grátis. Se você já tem uma conta, pode acessar aqui.

Gostou? Compartilhe 🙂

Criador da Web quer criar uma nova Web Descentralizada

Criador da rede mundial de computadores, Tim Berners-Lee revelou seus planos para criar uma nova web descentralizada onde os dados serão controlados pelos usuários.

Tim Berners-Lee é conhecido por criar a world wide web, ou seja, a internet que você conhece hoje. Mais de duas décadas depois, Tim está trabalhando para libertar a internet das garras dos gigantes corporativos e devolver o poder ao povo através de uma rede descentralizada.

Basicamente, o Solid é uma plataforma construída usando a web existente onde você cria ‘pods’ próprios (armazenamento de dados pessoais). Você decide onde esse pod será hospedado, quem acessará qual elemento de dados e como os dados serão compartilhados por meio desse pod. Esses Pods podem ficar em qualquer computador, e de preferência em vários, em uma rede peer-to-peer (Lembra do Napster?… pois é…)

Hoje a Internet a pesar de não ter um dono, e de estar espalhada, a Internet centralizada depende de servidores. Só que a maioria dos servidores está na mão de um punhado de empresas, como a Amazon (AWS), Microsoft (Azure), Google (Cloud), Facebook, e dentro dos Data Centers das grandes Teles.

A idéia de Berners-Lee é uma versão descentralizada dependeria de uma rede peer-to-peer construída sobre uma comunidade de usuários. Seus dispositivos conectados à Internet hospedariam a internet, não um grupo de servidores de alta potência. Cada site seria distribuído por centenas de nós em diferentes dispositivos, eliminando a possibilidade de um único servidor falhar devido a, digamos, um ataque DDoS.

A sobrecarga do governo também pode ser reduzida: um projeto que está sendo desenvolvido hoje, o Anonymouse, hospeda “microblogs” anônimos através de uma rede de telefonia móvel. Dentro dos países ameaçados por um governo autoritário, projetos como esses podem permitir que a informação seja distribuída livremente.

A tecnologia que permite isso é a mesma que impulsiona as criptomoedas: blockchain. Um protocolo blockchain é projetado para permitir transações em uma rede distribuída sem a necessidade de um intermediário supervisionando o processo. Qualquer informação pode ser observada por qualquer pessoa e é codificada de uma forma que não deixa ninguém mexer nela.

Berners-Lee acredita que o Solid

capacitará indivíduos, desenvolvedores e empresas com maneiras inteiramente novas de conceber, construir e encontrar aplicativos e serviços inovadores, confiáveis e benéficos”.

Os desenvolvedores precisam integrar o Solid em seus aplicativos e sites. Solid ainda está nos estágios iniciais, então não há aplicativos por enquanto, mas o site do projeto afirma que “a primeira onda de aplicativos Solid está sendo criada agora”.

Berners-Lee criou uma startup chamada Inrupt e tirou um período sabático do MIT para trabalhar em tempo integral no Solid e levá-lo “da visão de poucos para a realidade de muitos”.

Se você estiver interessado em Solid, saiba como criar aplicativos ou contribuir com o projeto de sua própria maneira. Naturalmente, será preciso muito esforço para construir e impulsionar a ampla adoção do Solid, de modo que cada contribuição contribua para o sucesso de uma rede descentralizada.

Um punhado de startups já está usando o blockchain para substituir certos serviços comuns da Internet: a Everipedia espera se tornar a Wikipedia no blockchain, por exemplo, enquanto a Mastodon espera se tornar o Twitter descentralizado.

Você acha que uma web descentralizada será uma realidade?

Já conhece nosso curso de Linux?

Open chat